Monthly Archives: Maio 2013

«Windows 8 Para Totós» está aí para vos ajudar

pe-w8A Porto Editora lançou recentemente mais um livro traduzido por mim, Rui Azeredo, desta vez na coleção Para Totós. O alvo são os utilizadores do inovador (e algo complexo) Windows 8 e como não poderia deixar de ser o livro chama-se Windows 8 Para Totós, sendo da autoria de Andy Rathbone. Posso atestar que tem dicas bastante úteis e interessantes para se tirar mais proveito desta inovação da Microsoft.

Sobre o livro: «Descubra as novidades do Windows 8!
Windows 8 Para Totós é o mais completo guia sobre a nova versão do sistema operativo da Microsoft®.
Este livro é uma ótima ferramenta para quem quer adaptar-se às novas funcionalidades deste software.
Aqui descobrirá tudo o que precisa para utilizar o Windows® 8 de modo simples e intuitivo, como um profissional:
– Personalizar o ecrã Start – para se adaptar rapidamente ao novo ambiente de trabalho mais interativo.
– Trabalhar com programas, aplicações e ficheiros – para tirar partido de todas as ferramentas que tem ao seu dispor.
– Organizar os conteúdos multimédia – para ter as suas músicas, vídeos e fotografias sempre à mão.
– Fazer tudo pela Internet – para elevar a sua vida social a um outro nível: contactos, agenda, redes sociais, e-mail, etc…»

Livro «Xiribitátátátá! Dias Comemorativos», da Isto é Editora, ajuda a Acreditar no Dia da Criança

ie-Capa_XiRiBiA Isto é Editora e a Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro assinalam o Dia Mundial da Criança celebrando um protocolo de cooperação que prevê apoio financeiro à associação através da venda do livro Xiribitátátátá! Dias Comemorativos, de Cátia Fonseca Pereira, mestre em Psicologia Escolar e da Educação.
O livro, explica a editora, «apresenta, em verso, datas comemorativas que valorizam as vivências da criança, transmitindo valores característicos da sua identidade, língua, história e cultura». Além disso, revela «curiosidades e provérbios que favorecem o processo formativo».
Da venda da obra em eventos promovidos pela Acreditar, revertem 3€ por exemplar para o projeto «Aprender Mais».
O protocolo prevê, ainda, que a Isto é Editora divulgue nas escolas o projeto «Aprender Mais» através do workshop interativo «Xiribitátátátá! Dias Comemorativos – Aplicar a Psicologia Escolar e da Educação de forma divertida». Revertem para a Acreditar 0,50€ de cada exemplar vendido nas escolas.
A Acreditar é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, fundada em 1993 como resultado da mobilização nacional de pais de crianças utentes dos serviços de oncologia pediátrica do país e atua no sentido de proporcionar as condições para que as crianças com cancro tenham as mesmas oportunidades, não só de sobrevivência, mas também de conquistar a saúde física e psicológica.
Isto é Editora tem por objetivo «conceber livros que, pela sua identidade, qualidade, maturidade e rigor, proporcionem interações significativas, reforçando competências, oferecendo recursos de superação de dificuldades e desenvolvendo capacidades que favorecem a aprendizagem».

Dupla Eric Giacometti e Jacques Ravenne regressa com «O Irmão de Sangue»

Jacques Ravenne e Eric Giacometti, autores de thrillers maçónicos, escreveram Irmao de SangueO Irmão de Sangue, romance protagonizado por Antoine Marcas, o mesmo de Ritual da Sombra, e editado pelas Publicações Europa-América.

Sinopse: «Paris, 1355. Um homem é queimado vivo na praça pública. O copista Nicolas Flamel assiste, nauseado, a esta execução. Mas o horror está apenas a começar, pois aquele que se tornará num célebre alquimista está, neste momento, à beira de mergulhar nas terríveis revelações de um livro secreto, interdito.
Paris, 2007, sede da Obediência Maçónica. O comissário mação Antoine Marcas descobre dois crimes rituais cometidos por um dos seus, a quem chamam “o irmão de sangue”. Uma mensagem vinda do Além põe rapidamente o comissário na pista de um velho segredo, relacionado com o mistério do ouro puro.
De Paris a Nova Iorque, assistimos a uma corrida contra o tempo entre o assassino em série e o polícia, articulada em torno de dois lugares altamente simbólicos: a Estátua da Liberdade e a Torre Eiffel.
Entretanto, escondido nas sombras e vigiando o desenrolar dos acontecimentos está o grupo Aurora, uma organização secreta constituída por personalidades da alta finança, cujo objectivo é o controlo absoluto do ouro…»

Saída de Emergência lança «After Earth – Depois da Terra», história de ficção científica de Will Smith

chamempolicia_capa.inddA 6 de junho sai um livro que me deu particular gosto traduzir, pois trata-se da minha primeira incursão na ficção científica, género que tanto aprecio. Trata-se da história oficial do filme After Earth – Depois da Terra (realizado por M. Night Shyamalan e protagonizado por Jaden Smith e Will Smith). O livro, que traduzi em parceria com o Renato Carreira, será editado pela Saída de Emergência e foi escrito por Peter David, com base numa história de Will Smith. 
Mais tarde abordarei em pormenor o livro, mas posso desde já dizer que me agradou bastante e que não vai desiludir os fãs de ficção científica.
Mas os mais impacientes podem desde já ler aqui as primeiras páginas de Depois da Terra.

Sinopse: «O general Cypher Raige, do Corpo Unificado de Patrulheiros, é apenas o último de uma longa linhagem de heróis. Durante mil anos, desde que o apocalipse ambiental dominou a Terra, os Raige foram um instrumento fundamental para a sobrevivência da humanidade. Lideraram o caminho quando os sobreviventes foram forçados a abandonar a Terra, instalaram-se num planeta inóspito ao qual chamaram Nova Prime, enfrentaram a chacina por parte de uma misteriosa força alienígena e estabeleceram um novo lar na ponta mais longínqua da galáxia.
Cypher acabou de regressar para junto da família após uma prolongada missão no exterior. Para o seu filho de treze anos, Kitai, acompanhar o lendário pai é a aventura de uma vida – e uma oportunidade para salvar a relação deles.
Mas, quando um asteroide colide com a nave deles, despenham-se e Cypher fica seriamente ferido, correndo risco de vida. Kitai Raige sempre quis provar que estava à altura de conviver com um apelido tão ilustre. E agora, talvez cedo de mais, terá a sua oportunidade. Com a vida do pai em risco, Kitai tem de se aventurar em terreno desconhecido e hostil num novo mundo que parece estranhamente familiar: a Terra.»
ae

«Um Amigo Para o Inverno», de José Carlos Barros (finalista do Prémio Leya 2012), editado a 8 de junho pela Casa das Letras

cl-Um Amigo Para o InvernoUm Amigo Para o Inverno , de José Carlos Barros, chegou a finalista do Prémio Leya 2012 e ganhou o direito a ser editado, o que vai acontecer com a chancela Casa das Letras já a 8 de junho.

Sinopse: «O sargento Francisco Aniceto Gonçalves chega em 1971 à Vila para chefiar o Posto da GNR. Durante a viagem de camioneta, pensou sobretudo na mulher que o abandonou sem um motivo que ele conseguisse compreender e perguntou-se se seria capaz de refazer a vida nesse novo lugar. A sua presença é, porém, imediatamente disputada por dois grupos distintos, que o alertam – à vez e de formas bastante enviesadas – para os perigos que se escondem sob a aparente quietude das montanhas em redor.
Entre os anos 1950 e a actualidade, Um Amigo para o Inverno revisita a história recente do nosso passado colectivo, recorrendo a um leque de personagens inesquecíveis, entre as quais se contam membros de uma célula clandestina do Partido Comunista, agentes da PIDE, homens e mulheres que se encontram ou perdem no amor, revolucionários que desistem dos seus sonhos e fracassados que, apesar de tudo, acreditam que é sempre possível recomeçar e vencer.»

«O Palácio da Meia-Noite», de Carlos Ruiz Zafón, sai a 30 de maio

pla-palacioA Planeta Manuscrito lança no dia 30 de maio O Palácio da Meia-Noite, de Carlos Ruiz Zafón, segundo livro da trilogia da Neblina.
«Espero que gostem deste passeio pelo mundo crepuscular de Calcutá nos anos de 1930, onde as sombras da noite são mais espessas do que o sangue.»
Carlos Ruiz Zafón

Sinopse: «No coração de Calcutá esconde-se um obscuro mistério….
Um comboio em chamas atravessa a cidade.
Um espectro de fogo semeia o terror nas sombras da noite.
Mas isso não é mais do que o princípio.
Numa noite obscura, um tenente inglês luta para salvar a vida a dois bebés de uma ameaça impensável.
Apesar das insuportáveis chuvas da monção e do terror que o assedia a cada esquina, o jovem britânico consegue pô-los a salvo, mas que preço irá pagar?
A perda da sua vida. Anos mais tarde, na véspera de fazer dezasseis anos, Ben, Sheere e os amigos terão de enfrentar o mais terrível e mortífero mistério da história da cidade dos palácios.»

Henderson’s Boys, nova série de Robert Muchamore, explica as origens da CHERUB

pe-evasaoA Porto Editora lança a 3 de junho uma nova coleção de Robert Muchamor, autor da bem sucedida série CHERUB. Também dedicada ao público juvenil, a nova série, Henderson’s Boys, que arranca com o volume Evasão, ajuda a descobrir as origens do braço juvenil do MI5 britânico, a CHERUB.

Sinopse: «Estamos no verão de 1940 e o exército de Hitler está a avançar por Paris, obrigando à evasão de milhões de civis franceses.
No meio do caos, duas crianças britânicas são perseguidas por agentes alemães. O espião inglês Charles Henderson tenta alcançá-las primeiro, mas só conseguirá fazê-lo com a ajuda de um órfão francês de 12 anos. Os serviços secretos britânicos estão prestes a descobrir que as crianças podem ajudá-los a vencer a guerra.
Para efeitos oficiais, estas crianças não existem…»