Monthly Archives: Outubro 2009

Vencedores do Passatempo Gailivro – “O Homem Pintado”

Com direito a T-shirt

Luís Gomes – Porto Santo

Diogo Frade Martins – Lisboa

Sem direito a T-shirt

Gonçalo Louro – Lisboa

Sandra Afonso – VN Barquinha

Sequela de “Drácula” nas livrarias portuguesas a 5 de Novembro

pla-draculaK112 anos depois, chega às livrarias a sequela de Drácula, intitulada Drácula, o Morto-vivo, escrito por Dacre Stoker e Ian Holt tendo por base as notas do próprio Bram Stoker. O livro é editado em Portugal pela Planeta e está à venda a partir de 5 de Novembro. 

Sobre o livro: «O livro retoma a história do clássico 25 anos depois de Drácula se desfazer em pó. As personagens que o combateram, supostamente até à sua morte, ficaram para sempre marcados pelo sucedido: Jonathan e Mina Harker criaram o filho, Quincey, mas o seu casamento feliz deteriorou-se. O Doutor Seward, antes um médico eminente, vive em paranóia e tornou-se dependente de drogas. Arthur Holmwood, o apaixonado noivo de Lucy, deixou-se consumir pelo ódio e pelo remorso. Evan Helsing, o líder do destemido grupo que enfrentou Drácula, encara agora o seu verdadeiro inimigo: a morte.
Em 1912, o que todos julgavam passado, volta afinal a ameaçá-los e acontecimentos sinistros invadem as suas vidas. Será possível que Drácula tenha sobrevivido e procure vingança? Ou será obra da terrível condessa Bathory, com reputação de rara crueldade?
O mal volta a unir os seus opositores, numa Londres assolada por crimes vampíricos, que o detectivo Cotford pensa serem obra de Jack, o Estripador. Entretanto, o jovem Quincey, apaixonado pelo teatro, depara-se com o passado oculto dos pais ao envolver-se na peça Drácula, encenada pelo próprio Bram Stocker e protagonizada por Basarab, um actor romeno que tem a Europa a seus pés e que exerce sobre o jovem um estranho fascínio…»

Cavalo de Ferro regressa com Cortázar, Lars Saabye Christensen e Carmen Laforet

cf-juliocf-laforetcf-larsApós uma demasiado longa ausência a Cavalo de Ferro está finalmente de volta e anunciou para Novembro três lançamentos bastante prometedores, assinados por Julio Cortázar, Lars Saabye Christensen e Carmen Laforet.
Entretanto, para o início de 2010 a Cavalo de Ferro desde já anuncia que vai lançar O obsceno pássaro da noite (José Donoso), Os peixes sabem cantar, (H. Laxness), O gerânio (Flannery O’connor) e O grande retrato (Dino Buzzati), assim já divulgou a estreia em Portugal de grandes nomes da literatura internacional como Flann O’Brian, Mircea Certarescu, Péter Nadas ou Sjón.

A volta ao dia em 80 mundos – Julio Cortázar
Sobre o livro: «Publicado originalmente em 1967 (4 anos depois de Rayuela), este livro é uma Obra de Literatura Total, uma espécie de enciclopédia pessoal do autor, que incluiu nele contos, ensaio, reflexões sobre literatura, poemas, leituras e autores preferidos, analogias e sentido de humor. Um conjunto de “alianças fulminantes”, usando as palavras de Cortázar, com efeitos de improvisação e de digressão ao longo de oitenta mundos, onde Júlio Verne e Jazz combinam harmoniosamente entre si. Fundamental para quem quer seguir o autor de Rayuela – O Jogo do Mundo.

O Modelo – Lars Saabye Christensen
Sobre o livro: «Livro publicado em 15 países, autor vencedor do Nordic Concils’ Literary Prize.
Peter Wihl é um pintor famoso, o melhor da sua geração. Vive com a sua mulher Helena e a sua filha, a pequena Kaia. Enquanto prepara a sua próxima grande exposição, prevista para o dia dos seus 50 anos, cai no chão, vítima de um imprevisível ataque. O diagnóstico é implacável: Peter perderá a sua visão. Qual o preço que Peter estará disposto a pagar para recuperar a sua a sua arte? Qual o sacrifício exigido e quais os limites morais e éticos da solução que lhe propõe o enigmático Thomas Hammer, amigo de infância e oftalmologista?»

A ilha e os demónios – Carmen Laforet
Sobre o livro: «Segundo romance da autora, publicado oito anos após o êxito fulgurante de Nada – prémio Nadal, e que muitos dizem ser a continuação da história de Andrea.
Novembro de 1938, Marta Camino, a protagonista, vive em Las Palmas com o seu irmão mais velho José, a sua cunhada, Pino e a mãe, meio enlouquecida, fechada num dos quartos da casa. A chegada à ilha dos tios, fugidos da península e da guerra civil, transformará a vida de Marta. Dividida por sentimentos profundos de dever e lealdade à sua família e a oportunidade que finalmente espreita para concretizar os seus sonhos, Marta planeia a sua fuga da ilha. Descobrirá, no entanto, que os seus sonhos deverão ser adaptados a uma realidade brutal, plasmada no selvagem cenário da natureza da ilha.»

Academia do Livro propõe “MBA em 80 Minutos”

mbaRichard Reeves (consultor) e John Knell (especialista em gestão da mudança nas organizações) são os autores de MBA em 80 Minutos, uma edição da Academia do Livro recentemente lançada no mercado e que é apresentada pela editora como “um guia indispensável para aprender tudo o que não se ensina nas escolas de gestão”.

Sobre o livro: «O MBA em 80 Minutos é um livro escrito de forma leve mas incisiva, que dispensa o peso académico de um curso de MBA.
Os autores propõem, em 80 minutos, aprender tudo o que não é ensinado nas escolas de gestão, fazendo uma aproximação às questões mais pertinentes de forma dinâmica, criativa e inspiradora.
Neste livro, que contém o essencial de um MBA, são apresentados os pontos‑chave e os factos indiscutíveis que são estudados nas escolas de gestão. Com base em cinco pilares essenciais – Sustentabilidade, Liderança, Cultura, Dinheiro e Conversação –, este é um livro que pretende incentivar o potencial das empresas e dos seus líderes para criar melhor trabalho, mais valor económico e relações humanas mais fortes. A par das alterações aceleradas e dos tempos tumultuosos que se vivem a nível mundial, este MBA foi organizado tendo em mente um planeta destruído e um sistema financeiro falido, aproximando-o por isso da realidade económica e empresarial actual.»

Sextante aposta em Olivier Rolin e Don DeLillo

sex-RuidoBrancosex-leoes1A Sextante lançou em Outubro duas obras de dois autores consagrados da actualidade: Um Caçador de Leões, do francês Olivier Rolin, e Ruído Branco, do norte-americano Don DeLillo. 

Um Caçador de Leões – Olivier Rolin
Sinopse: «Eis a história dos destinos cruzados de Edouard Manet, que morre com gangrena aos 51 anos, e do seu admirador e modelo ocasional, Eugène Pertuiset, aventureiro, caçador de leões, pinga-amor, grande comedor e bebedor. Uma viagem pelo espaço e pelo tempo, fervilhando de anedotas e recordações literárias e pessoais, um romance vivo e divertido, de uma formidável potência visual.» 

Ruído Branco – Don DeLillo
Sinopse: «A vida de Jack assemelha-se à de tantos outros, ritmada pelos ruídos da sociedade moderna. A rotina fica transtornada quando um gás tóxico é libertado por acidente na cidade e ameaça toda a população. Para além da análise implacável e cheia de humor dos clichés, das obsessões e das fobias que assombram a classe média americana, Don DeLillo coloca a questão essencial – e, na altura, visionária – da mediatização sem limites. Uma das obras de ficção mais audaciosa e original dos nossos tempos.»

“O Espectáculo da Vida – A Prova da Evolução”, de Richard Dawkins, lançado pela Casa das Letras

cl-vidaA Casa das Letras lançou recentemente O Espectáculo da Vida – A Prova da Evolução, uma obra do cientista e académico Richard Dawkins que, se gundo a editora, se trata de “uma síntese pessoal das provas de que a ‘teoria’ da evolução é na realidade um facto tão incontroverso como qualquer outro facto científico”.
Sobre o livro: «A evolução é um facto que não suscita dúvidas razoáveis, dúvidas sérias, dúvidas inteligentes, informadas e saudáveis. Não há dúvida de que a evolução é um facto. As provas da evolução são pelo menos tão fortes como as do Holocausto, mesmo considerando a existência de testemunhas oculares deste último. É uma verdade inquestionável que somos primos dos chimpanzés, primos mais distantes dos macacos, primos ainda mais afastados dos papa-formigas e manatins, primos ainda mais distantes das bananas e dos nabos… a lista poderia continuar para sempre. Ora isto não tem de ser verdade. Não se trata de uma verdade evidente, tautológica, óbvia e houve tempos em que a maior parte das pessoas, mesmo as instruídas, pensava que não era. Não tem de ser verdade, mas é. Sabemos isso porque uma vaga crescente de provas o confirma. A evolução é um facto e este livro demonstrá-lo-á. Nenhum cientista respeitável o discute e nenhum leitor imparcial concluirá este livro com dúvidas a esse respeito.»

Esfera dos Livros lança obra sobre a justiça em Portugal

el-justicael-poderA Esfera dos Livros lançou em Outubro As Extraordinárias Aventuras da Justiça Portuguesa, uma obra da jornalista Sofia Pinto Coelho que traça um retrato da justiça em Portugal. Este livro será lançado a 2 de Novembro, no Antigo Tribunal Militar, em Santa Clara, em Lisboa, cabendo a apresentação a António Pires de Lima e João Miguel Tavares. Outro dos lançamentos de Outubro da Esfera dos Livros é A Paixão do Poder, de José António Marina.

As Extraordinárias Aventuras da Justiça Portuguesa – Histórias insólitas de juízes, advogados, procuradores e de todos nós – Sofia Pinto Coelho
Sobre o livro: «As histórias que vai encontrar neste livro podem parecer insólitas, estranhas, até surreais, mas são verídicas. Da história da juíza que resolveu um problema de barulho despejando água para casa dos vizinhos, ao de um advogado que para obter cópia de um processo se viu obrigado a levar a fotocopiadora para o tribunal. Do juiz excomungado por um pastor condenado por dívidas, ao caso do roubo do queijo fatiado no valor de 1,29 € que foi a julgamento e ocupou a Justiça portuguesa durante dois anos, ou ainda do carpinteiro condenado por ter disparado uma pressão de ar contra Lacindo, o gato da vizinha que se atrever a devorar o seu jantar.
A jornalista Sofia Pinto Coelho acompanhou a maioria dos casos aqui relatados e traça um retrato real, divertido, mas rigoroso da Justiça portuguesa. Das condições de trabalho, ao estado das prisões e à relação entre juízes e advogados ou entre procuradores e a polícia.
Por estas páginas passam juízes, advogados, procuradores, funcionários judiciais e pessoas como nós que por uma ou outra razão já se viram a braços com a justiça. E quando esta lhes bateu à porta perceberam que para além de cega, a justiça em Portugal pode tornar-se numa aventura absolutamente extraordinária.»

A Paixão do Poder – José António Marina
Sobre o Livro: «Não é de estranhar que o exercício do poder e os seus segredos despertem a curiosidade do ser humano. Ao longo da História da humanidade muitos pensadores sentiram fascínio pelo poder. Mas por que razão o poder é tão desejado? Como se consegue? Como se perde? Como o exerceram os super-poderosos Augusto, Maomé, Napoleão, Hitler…Churchill, Estaline, Kennedy, Rockfeller… os grandes senhores do Renascimento ou o papado? Como o exercem as multinacionais? O poder implica sempre corrupção? Será que na alma humana existe um desejo de submissão? Será mais importante o verdadeiro poder ou o poder que os nossos inimigos julgam que temos?
O autor responde a estas perguntas, entrando no apaixonante labirinto do poder e as suas representações. O autor acredita que se trata de um fenómeno omnipresente e subtil que se encontra em todos os campos: sexo, amor, família, religião e mundo empresarial, se bem que muitas vezes seja camuflado, razão pela qual é muito difícil conhecer as suas estratégias.»

Chic em Qualquer Ocasião – Vicky Fernandes
Sobre o Livro: «Sou alérgico a um alimento que é o ingrediente principal de um jantar do qual sou convidado. O que devo fazer? O que faço quando encontro uma espinha na comida? O que fazer quando nos esquecemos do nome de alguém que se prepara para nos cumprimentar? Por acidente, deixei cair um talher durante um jantar mas ninguém reparou. Posso apanhá-lo e fingir que nada aconteceu? É apropriado ter fotografias da minha família na secretária do trabalho? Numa festa de aniversário num restaurante é de bom-tom cantar os “Parabéns a você” ou isso só deve ser feito em privado? Dizem as regras de etiqueta que num casamento se devem sempre usar meias/collants. E se a cerimónia se realizar em pleno Verão? Como redigir uma nota de condolências?
Estas são algumas das dúvidas às quais Vicky Fernandes responde no seu novo livro Chic em Qualquer Ocasião. Vicky Fernandes explica-nos não só as regras fundamentais de etiqueta e protocolo, mas também todas as pequenas questões que nos assaltam no nosso quotidiano. Questões que podem parecem pequenas, mas que, afinal, podem ter uma importância vital nas nossas relações pessoais ou profissionais. É preciso estar preparado para qualquer situação.»

Deus e Eu Conversamos todos os Dias – Livro de orações para crianças – Joaquín María Garcia de Díos 
Sobre o Livro: «Sabes que sempre, todos os dias, Deus vive contigo. Sabes que sempre, todos os dias, tu vives com Deus. Isto dá muita alegria a Deus. Oxalá te dê a ti a mesma alegria!
Neste livro vais encontrar diferentes maneiras de falar com Deus. Mas o importante é que tu mesmo inventes as tuas próprias orações para falares com Ele. Pede aos teus familiares mais próximos (pais, avós…) que te ajudem.»

el-bibliaA Bíblia – Histórias de Deus – Joaquín María Garcia de Díos 
Sobre o Livro: «Neste livro encontras a palavra de Deus. Reunimos as melhores histórias do Antigo e do Novo Testamento, numa linguagem acessível e acompanhada por ilustrações fascinantes que te vão fazer viajar até ao tempo em que Jesus Cristo viveu.
Vais ficar a conhecer os antepassados de Jesus de Nazaré, a sua vida e a dos seus seguidores, pessoas como tu, que um dia se encontram com Deus e vivem histórias cheias de aventura, viagens e amizade. No fundo são histórias de amor, histórias de um Deus próximo e amigo que ama todos os homens e o mundo que criou.
Nas páginas finais deste livro poderás visitar os lugares por onde passaram Jesus e os seus antepassados, ficar a conhecer quais eram os seus costumes e tradições, o que comiam, como se vestiam, como eram as suas casa, em que trabalhavam e muitas coisas mais.
Um livro que te acompanhará para sempre.»