Monthly Archives: Abril 2009

Passatempo Mill-Books – Ganhe exemplares de “Os Senhores da Vida e da Morte”, de Carlos Almeida

mb-srs-corvosO Porta-Livros, em associação com a editora Mill Books, tem para oferecer três exemplares de ““Os Senhores da Vida e da Morte”, de Carlos Almeida.

Partindo do tema desta obra o autor, Carlos Almeida, propõe aos nossos leitores um desafio: Escreva numa frase um exemplo ou definição de esplendor da vida. As três melhores ideias recebem um livro cada.

Até às 23h59 do dia 6 de Maio podem enviar as vossas sugestões para o mail rui.azeredo@gmail.com . Os participantes devem indicar o nome, morada e endereço electrónico.

As melhores respostas serão posteriormente analisadas em conjunto com o editor da Mill-Books, Luís Miguel Rocha, e com o autor.

Os vencedores serão anunciados na segunda semana de Maio no Porta-Livros.

“Meninos de Ninguém”, de Ana Cristina Pereira, apresentado no Porto e em Braga

ul-meninos1A Ulisseia e a Direcção-Geral de Reinserção Social apresentam a 29 de Abril, no Porto, a obra “Meninos de Ninguém – O caso Gisberta e outras histórias”, assinada pela jornalista Ana Cristina Pereira. A sessão de apresentação vai ter lugar às 22h00, no Armazém do Chá, na Rua José Falcão, e conta com a presença de Amílcar Correia (jornalista do Público) e de Luís Fernandes (professor da faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto). Será lido um excerto da obra pelo actor Rui Spranger.

No dia 30 de Abril, será feira a apresentação em Braga, na feira do livro local, a partir das 21h30. O escritor José Manuel Mendes estará encarregue de falar sobre a obra.

 

Mais informações em: www.meninosdeninguem.wordpress.com

Caminho lança a 14 de Maio “O Caderno do Algoz”, do estreante Sandro William Junqueira

cam-caderno2A Caminho continua a apostar na nova literatura portuguesa e no dia 14 de Maio vai lançar “O Caderno do Algoz”, de Sandro William Junqueira.

Da obra em si ainda pouco foi divulgado, sabe-se apenas que o autor se assume como um escritor disposto a “criar um universo próprio, um território novo”. William Junqueira, sobre o “O Caderno do Algoz”, disse: “Não sei se rompe ou não com a tradição, nem estou preocupado com isso. Quero apenas exercer a liberdade e autoridade que a escrita me dá. Sem fazer favores, nem obedecer a normas.”

Sandro William Junqueira nasceu em 1974 em Umtali na Rodésia. Em 1976 regressou a Portugal e em 1998 começa a trabalhar como designer. Um ano mais tarde, juntamente com o Paulo Quaresma, fundou o grupo de teatro A GAVETA. Desde aí, tem trabalhado como responsável artístico, encenador e actor. A partir de 2002, publicou com regularidade poesia e contos em revistas e fanzines. Em 2007 iniciou um trabalho regular em escolas e bibliotecas com a criação e interpretação de diversos ateliers e espectáculos vocacionados para a promoção do livro e da leitura.

Bertrand lançou “Visibilidade”, novo thriller de Boris Starling

Capa.cdrA Bertrand acabou de lançar no mercado mais uma obra de Boris Starling – autor de “Vodka”, “Tempestade” e “Messias” – intitulada “Visibilidade”.

Neste trepidante thriller, há um homem que guarda um segredo que pode mudar o mundo. Contudo, terá ele tempo suficiente para o revelar?

A acção começa em Londres em Dezembro de 1952, numa altura em que a Guerra Fria se mostrava cada vez mais quente. A capital inglesa viu-se envolvida numa combinação mortal de poluição com condições meteorológicas adversas, que ficou conhecida como o Grande Nevoeiro. Este fenómeno foi responsável por mais de 12 000 mortes. Um homem encontra a morte nas águas baixas e geladas da Long Water e embora haja quem diga que estava apenas bêbado, vagueando no Hyde Park, para Herbert Smith, novo detective da Scotland Yard, o corpo torna-se uma pista muito mais interessante ao descobrir que a sua morte não foi acidental. A vítima era um bioquímico e poucas horas antes de morrer tinha reclamado estar na posse de um segredo que podia mudar o mundo.

O autor, Boris Starling, nasceu em 1969 em Eaton, onde estudou e viveu até se dedicar à sua licenciatura em História, feita em Cambridge. Boris Starling, que vive em Londres, trabalhou numa companhia de serviços que iam desde as investigações confidenciais até à negociação de raptos. Foi jornalista do The Sun e do The Daily Telegraph.

Passatempo Mill-Books – “Os Senhores da Vida e da Morte”, de Carlos Almeida

senhores1O Porta-Livros, em mais uma parceria com a Mill-Books, vai lançar amanhã (30 de Abril) um passatempo relativo ao lançamento de “Os Senhores da Vida e da Morte”, obra de Carlos Almeida recentemente chegada às livrarias

Temos para oferecer três exemplares desta obra, numa iniciativa que apelará à imaginação dos leitores. O desafio será apresentado amanhã de manhã, quando serão dados mais pormenores sobre esta iniciativa.

 “Os Senhores da Vida e da Morte” tem a particularidade de surgir em duas capas distintas: edição Senhores da Morte (tem dois corvos) e a edição Senhores da Vida (ilustrada com mãos).

Esta obra, densa e intensa e apresentada em forma de mosaico de vidas, lança uma série de questões: “Mas afinal onde começa a vida e onde acaba? E onde a nasce a morte? Afinal será este corpo o todo da vida ou seremos muito mais do que a sua simples existência? E onde começam a fronteiras mais verdadeiras do nosso pensamento? A moral, a religião, a ética, o direito à morte, o direito à vida, a eutanásia…? Será que a eutanásia se resume às leis escritas ou também se rege pela lei mais frontal de todas, a da consciência? E onde termina o domínio da religião para explicar o sofrimento? E o medo de perdermos alguém poderá provocar-nos o medo de viver? Até onde os medos nos podem condicionar a vida?”

E, lembra, também: “É sempre cedo demais para se morrer, mas nunca é tarde demais para se começar a viver.”

Edições 70 apresenta “As Sete Maravilhas do Mundo Antigo – Fontes, Fantasias e Reconstituições” a 30 de Abril, em Coimbra

e70-maravilhasO livro “As Sete Maravilhas do Mundo Antigo – Fontes, Fantasias e Reconstituições”, lançado pela Edições 70, vai ter lugar a 30 de Abril (quinta-feira), pelas 18h30, na Almedina do Estádio Cidade de Coimbra.

A obra, assinada por diversos autores, será apresentada por António Filipe Pimentel, do Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras de Coimbra.

“As Sete Maravilhas do Mundo Antigo – Fontes, Fantasias e Reconstituições” faz uma recolha, tradução e comentário das fontes gregas, latinas e cristãs sobre a tradição das sete maravilhas do mundo antigo (As Pirâmides de Gizé, Os Jardins Suspensos de Babilónia, A Estátua de Zeus em Olímpia, O Mausoléu de Halicarnassus, O Templo de Ártemis em Epheseus, O Colosso de Rhodes e O Farol de Alexandria, no Egipto). Inclui um estudo de cada maravilha do cânone, acompanhada do elenco das fontes antigas que nos chegaram.

A equipa de autores é formada por investigadores doutorados, especialistas em Estudos Clássicos, História, Arqueologia e Patrística, das universidades de Lisboa, Coimbra e Minho.

Gailivro lança “Amanhecer”, de Stephenie Meyer, a 9 de Junho

gai_amanhecer_finalAmanhecer”, de Stephenie Meyer, sem dúvida um dos livros mais aguardados do ano, chega a 9 de Junho às livrarias portuguesas, sendo editado, tal como os anteriores da saga, pela Gailivro.

A capa definitiva já está escolhida (pode ser observada mesmo aqui ao lado) e também já é possível ler as primeiras páginas desta obra que não vai desiludir, por certo, os fãs das aventuras destes vampiros muito especiais.

Finalmente, será dado um desenlace à história de Bella, Edward e Jacob, e quando tudo parece encaminhar-se para uma solução, nomeadamente após o surgimento de um novo ser na vida deste trio de protagonistas, surge uma situação que poderá pôr em causa todo o equilíbrio das suas vidas, e não só. Num crescendo constante de emoção, chega-se, no final, ao momento mais aguardado, que colocará frente a frente muitos dos eternos desavindos desta saga, num encontro emocionante e com um desfecho imprevisível.

Deixamos, de seguida, a sinopse do sucessor de “Crepúsculo”, “Lua Nova” e “Eclipse”:

“Amares aquele que te matava, deixava-te sem qualquer opção. Como poderias fugir ou lutar, se ao fazê-lo magoarias o teu amor? Se a tua vida era tudo o que tinhas para dar, como recusá-la a alguém que amavas verdadeiramente?

Para Bella Swan, o amor irrevogável por um vampiro enreda-se, de um modo fantástico e terrível, com a realidade perigosamente opressiva. Impelida, num sentido, pela paixão intensa por Edward Cullen e, no outro, pela ligação profunda ao lobisomem Jacob Black, Bella enfrentou um ano tumultuoso de tentações, perdas e conflitos que agora a irá colocar perante um momento final e decisivo. A escolha eminente entre ingressar num mundo tenebroso, mas sedutor dos imortais, ou prosseguir uma existência inteiramente humana é o fio do qual se suspendem os destinos dos dois clãs.

Agora que Bella já tomou uma decisão, uma cadeia perturbante de acontecimentos sem precedentes está prestes a desenrolar-se, antevendo efeitos potencialmente devastadores e incomensuráveis. Quando os fragmentos corroídos da sua vida, inicialmente desvendada em ‘Crepúsculo’ e, depois, estilhaçada e dilacerada em ‘Lua Nova’ e ‘Eclipse’ parecem prestes a sarar e a unir-se num todo, poderão ser destruídos… para sempre?”

 

O primeiro capítulo pode ser lido aqui:

 

http://glups.leya.com/index_intro.php?action=getFlash&publicacao_id=271