ASA lança «Oh, Miúdas», de Emmanuel Lepage e Sophie Michel, em versão completa

asa.miudasAs Edições ASA vão editar a versão completa do álbum de BD Oh, Miudas!, da dupla Sophie Michel e Emmanuel Lepage.

Sobre o livro: «Este álbum é composto por duas partes e dá-nos a conhecer o quotidiano de Chloé, Leila e Agnès, três raparigas da mesma idade, que pertencem a meios sociais bastante diferentes, mas cujos caminhos acabam por se cruzar. Chloé sonha ser bailarina e a sua mãe trabalha arduamente para conseguir pagar–lhe as aulas de dança; Leila, oriunda de uma família de imigrantes marroquinos, é confrontada com o racismo a que a sua família por vezes é sujeita; Agnès, nascida no seio de uma família burguesa, pode ter tudo menos a atenção dos pais. Apesar das suas origens díspares, tornam-se amigas e juntas vão descobrir que crescer pode ser complicado…»

Contos de Zoran Zivković em «Sete Notas Musicais»

cf-notasA Cavalo de Ferro lança em abril mais uma obra de Zoran Zivković, Sete Notas Musicais, desta feita composta por contos.

Sobre o livro: «Sete histórias impossíveis em que a música assume as formas mais invulgares, oníricas e surreais.
O autor de A Biblioteca regressa com um novo livro de contos, desta vez com sete histórias que convidam o impossível e o fantástico a irromper sobre a realidade, interligadas sob o tema da música.
Um professor com uma classe de alunos autistas decide reproduzir o 2.º concerto para piano de Chopin na sala de aula, com efeitos surpreendentes; um livreiro vê o seu sonho da Grande Livraria reproduzir-se no seu ecrã de computador; um homem compra uma caixa de música que, quando toca, o deixa vislumbrar uma sua vida alternativa; uma mulher idosa que, ao ouvir tocar um realejo numa estação de comboios começa a ter visões sobre a morte de todos aqueles com quem se cruza; um cientista reformado que dedicara a sua vida à pesquisa de Inteligência Artificial começa subitamente a pintar um estranho primeiro sinal de contacto com uma civilização extraterrestre; um professor às portas da morte consegue, finalmente, escutar sob a forma de música as respostas às derradeiras questões; um aprendiz de fabricante de violinos que conhece a verdade por detrás do misterioso suicídio do seu mestre.»

Maximum Ride prossegue com «Adeus à Escola»

2020-Capa Maximum Ride 2Maximum Ride 2: Adeus à Escola é o segundo volume da série criada por James Patterson que em Portugal é editada pela Topseller. O primeiro volume da série Maximum Ride intitula-se O Resgate de Angel.

Sinopse: «Passaram 24 horas desde que Max e o seu bando escaparam do Instituto, em Nova Iorque. Os seis amigos com poderes extraordinários – são 98% humanos e 2% pássaros -continuam a emocionante procura dos seus pais e da verdade sobre quem realmente são.
Embora perseguidos pelos medonhos Erasers, os seis amigos tentam levar uma vida normal, com a ajuda de uma agente do FBI. É assim que voltam a estudar e que Max se apaixona por um rapaz, tentando a todo o custo não desvendar os seus poderes…
Mas para este bando não existem dias normais. Max apercebe-se de que estão a ser alvo de uma emboscada e que terão de abandonar a escola. E a situação é ainda mais grave — ela e os cinco amigos devem, supostamente, salvar o mundo. Mas salvá-lo de quem? Quando? E como?»

Matéria-Prima apresenta-nos «Heróis de Quatro Patas»

PrintA Matéria-Prima lançou recentemente a obra Heróis de Quatro Patas, um livro com histórias verdadeiras de cães que não hesitaram em arriscar a vida pelos que mais amavam. O livro é da autoria do jornalista e escritor britânico John McShane.

Sobre o livro: «Conheça dezenas de histórias verdadeiras que celebram o amor e amizade que os cães sentem por nós.
São os cães mais corajosos do mundo. Os nossos heróis de quatro patas.
Atravessam-se à frente de balas dirigidas aos donos, salvam-nos de incêndios e são capazes de percorrer quilómetros de neve, em sofrimento, para levar medicamentos a quem mais precisa.
Em Heróis de Quatro Patas surgem histórias comoventes de alguns desses pequenos grandes benfeitores que, a todo o custo, tentaram e conseguiram proteger os seus donos. É o caso de Roselle, um Labrador, que deixou o seu dono cego a salvo da carnificina do 11 de Setembro; ou de Balto e Togo, dois dos Huskies que atravessaram mais de mil quilómetros de neve para levarem medicamentos a uma cidade isolada no Alaska onde grassava uma epidemia mortal.
Qualquer um dos cães aqui retratado conquistou o direito de ser tratado como “o melhor amigo do homem”.»

A Crónica de Fogo» dá seguimento à trilogia Crónica da Origem, de John Stephens

pe-fogoA Porto Editora lança a 1 de abril A Crónica de Fogo, segundo livro da trilogia Crónicas da Origem, de John Stephens, que assim sucede a O Atlas Esmeralda.

Sinopse: «Três irmãos. Dois mundos. Uma profecia.
Kate… A mais velha, guardiã do Atlas do Tempo. Desapareceu para salvar os irmãos. Michael… É quem manda agora. Cabe-lhe revelar os segredos da Crónica de Fogo. Emma… A mais nova e a mais intrépida dos três. Está ansiosa por ver a família reunida. Com um feiticeiro malvado a persegui-los, não vai ser fácil…»

«Se Pudesse Voltar Atrás» marca o regresso de Marc Levy

capa_SePudesseVoltarAtrasO autor francês Marc Levy está de regresso com um thriller editado pela Bertand e intitulado Se Pudesse Voltar Atrás.

Sobre o livro: «Se pudesse voltar atrás conta a história de um repórter do New York Times que no dia 9 de julho de 2012 sai de casa para fazer o habitual jogging quando, de súbito, é violentamente agredido. Andrew perde os sentidos… e, ao recuperar a consciência, está a 9 de maio de 2012, dois meses mais cedo, dois meses antes do casamento. A partir desse momento, tem 60 dias para descobrir quem lhe agrediu, 60 dias para mudar o curso do destino. A investigação leva-o numa viagem vertiginosa, de Nova Iorque a Buenos Aires, e até aos meandros dos momentos mais obscuros da ditadura argentina.»

Novo romance de Manuel Alegre, «Tudo É e Não É», sai a 15 de abril

Tudo É e não ÉTudo É e Não É é o título do novo romance de Manuel Alegre, que será lançado a 15 de abril, como habitualmente numa edição Dom Quixote.

Sinopse: «António Valadares, escritor, vive submerso num sonho obsessivo e recorrente, de onde não há fuga possível. Numa derradeira tentativa de encontrar um sentido naquilo que não o tem, aventura-se a escrever sobre a sua vida onírica. Tem assim início uma viagem a um mundo repleto de situações ilógicas e incontroláveis, de intrigas e contradições; um mundo onde personagens reais e fictícias convivem e se fundem.
O que António Valadares não prevê é que o seu empenho em narrar o inenarrável o aprisionará num caleidoscópio de sonhos e obsessões onde realidade e sonho, sonho e ficção já não se distinguem, e em que o próprio espaço e tempo são subvertidos, desde a discussão com Lenine e Trotsky em plena revolução russa até às manifestações em Lisboa e à Mão Invisível que invade a vida e o sonho.
Numa escrita muito pessoal, Manuel Alegre regressa ao romance com uma história inquietante e surpreendente.»

Casa das Letras edita «Uma História de Amor em África», de Daphne Sheldrick

cl-Uma História de Amor em ÁfricaA Casa das Letras lança a 30 de março Uma História de Amor em África, de Daphne Sheldrick, onde esta relata a sua relação com diversos animais órfãos, desde antílopes a elefantes.

Sinopse: «Daphne Sheldrick foi a primeira pes­soa a alimentar elefantes recém-nascidos. O seu profundo carinho e compreensão, os seus anos de experiência na observação da vida selvagem no Quénia e o seu trabalho pioneiro no aperfeiçoamento da criação de animais e das fórmulas de leite salvaram inúmeros elefantes, rinocerontes e outros animais bebés de uma morte certa.
Nestas memórias comoventes, Daphne nar­ra a sua espantosa relação com vários ani­mais órfãos, incluindo o seu primeiro amor, Bushy, um antílope de olhar lúcido; Ricky­-Ticky-Tavey, o mangusto anão; Gregory Peck, o agitado tecelão-de-cabeça-branca; Huppety, a zebra travessa; e a majestosa ele­fanta Eleanor, com quem Daphne partilhou mais de 40 anos de uma profunda amizade.»

Australiano David Malouf regressa com «Resgate»

Preces_AtendidasA Bertrand lançou em março Resgate, romance do escritor australiano David Malouf. 

Sobre o livro: «Neste seu primeiro romance em mais de dez anos, David Malouf reinventa uma das passagens mais famosas de toda a literatura.
Esta é a história da relação de dois homens em guerra e em sofrimento: o feroz Aquiles, que perdeu o seu amado Pátroclo no cerco de Troia; e o enlutado Príamo, cujo filho Heitor matou Pátroclo e foi, por sua vez, ferozmente atacado por Aquiles.
Uma comovente história de dor, tristeza e redenção, Resgate é incandescente no seu lirismo delicado e poderoso e no seu imperativo subliminar de que imaginamos a nossa vida à luz de sentimentos alheios.»

«A Mãe Terra», romance de Jean M. Auel, leva-nos numa viagem no tempo até à Pré-História

ca-terramaeO Clube do Autor lançou recentemente uma obra que não convém deixar passar em claro, A Mãe Terra, um romance passado na Pré-História de Jean M. Auel, norte-americana autora de O Clã do Urso das Cavernas, que em 1986 deu origem a um filme com Daryl Hannah. Ambas as obras partilham a mesma protagonista, Ayla.

Sinopse: «Para se tornar na líder espiritual do seu povo, Ayla empreende uma emocionante viagem na qual descobrirá o fascínio e o misticismo das cavernas sagradas e das suas pinturas rupestres. Há muitos anos, Ayla foi expulsa do Clã do Urso das Cavernas. Sozinha, viajou pelo continente europeu, conhecendo novos povos e hábitos, até que finalmente encontrou Jondalar, a sua alma gémea. Juntos, estabelecem-se na Nona Caverna — o abrigo de pedra que era o lar de Jondalar —, com a sua bebé, Jonayla, e os restantes membros do clã. Ayla foi escolhida como acólita e embarcou na árdua tarefa de se tornar líder espiritual e curandeira, que tenta conciliar com as suas ocupações de jovem mãe. Ayla e Jondalar não tardam a enfrentar novos desafios, dadas as dificuldades de sobrevivência na época, mas a sua prioridade é cuidar da filha e do bem-estar dos seus animais: Lobo e os três cavalos, Whinney, Racer e Gray.
À medida que Ayla se embrenha na aprendizagem espiritual, sente-se cada vez mais só e com saudades da família. Os ritos aproximam-na perigosamente da morte, mas é graças a eles que Ayla recebe o Dom do Conhecimento, uma revelação tão importante sobre a procriação humana que irá mudar o mundo para sempre.
Caçadas, cerimónias sagradas e ritos matrimoniais são apenas alguns dos episódios que Jean Auel retrata com mestria. A autora reconstrói o modo de vida na Pré-História e faz deste livro uma criação histórica cativante, rigorosa e inesquecível.»