«Blacksad – Amarillo» – Díaz Canales (argumento) e Juanjo Guarnido (desenho)

blacksadBlacksad regressou finalmente (e felizmente) a Portugal, com o seu quinto álbum, Amarillo (editado pela Arcádia), a revelar-se mais colorido e fresco do que o habitual nesta série dos espanhóis Juan Díaz Canales (argumento) e Juanjo Guarnido (desenho).
O premiado Blacksad, onde é notório o valor da imagem, tem por norma um argumento à altura, e neste caso não é exceção. Os tons mais brilhantes e vivos adequam-se na perfeição ao tom mais ligeiro desta nova aventura do gato detetive, aqui envolvido numa espécie de «road movie» em papel, com belos carros a percorrer longas estradas americanas, arrastando atrás uma boa dose de problemas.
É por isso que, apesar das mortes, dos crimes, das vigarices e trafulhices, acaba por ser uma BD «leve» – não nos esqueçamos de que estamos perante animais que falam e agem como homens.
Este Amarillo prova assim que, pelo menos num aspeto, este é um gato como os outros, tem sete vidas. E ao quinto episódio fica provado, aos mais descrentes, que Blacksad não se esgotou e tem pernas para andar.
Em Amarillo, Blacksad está desejoso de sair de Nova Orleães, mas a falta de dinheiro impede-o. Depois de se despedir do seu amigo Weekly no aeroporto, um golpe de sorte daqueles que só acontecem na ficção põe-lhe nas mãos um belo descapotável. Um desconhecido a quem ele devolvera a carteira que caíra ao chão vê nesse gesto uma prova de honestidade e confia-lhe o carro para que o leve a Tulsa, enquanto ele próprio viaja de avião.
Foi a saída de Blacksad e, claro, a entrada num mundo de inesperados problemas. Começa então o «on the road» de Blacksad, onde se sucedem, a um ritmo fluido, os imprevistos habituais, tipo dominó. Uma peça nova que surge é um advogado que acaba por acompanhar o gato em grande parte da sua viagem e que vem a revelar-se uma personagem dúbia e sinuosa mas primordial para a ação.
Quando procurava alguma paz e sossego, o desencantado gato detetive vê-se então envolvido numa perigosa aventura, aborrecida para ele, puro entretenimento para o leitor. Cruza-se com Abe Greenberg.um bisonte poeta, e Chad Lowell, um leão aspirante a romancista. Esta dupla envolve-se com um bando de motards pouco simpáticos, sendo salvos por Blacksad. Enquanto este lida com o gangue, a dupla de «artistas» pega-lhe no carro e foge. Mais à frente, após uma discussão por motivos artísticos, Chad, bêbado, mata Abe, guardando o corpo no carro que antes estava à guarda do gato detetive. Este, tornado suspeito, acaba por ser perseguido pelo FBI. Parece confuso, mas não é, e daqui para frente Blacksad alia-se ao tal advogado, enquanto Abe, arrependido, vai trabalhar para um circo ambulante, o que nos permite conhecer mais uma boa dose de curiosas e extravagantes personagens, misturando o típico policial com a pura diversão.
Todas estas vidas se cruzam, especialmente o trio Blacksad, advogado e romancista assassino, formando alianças inesperadas mas típicas de um mundo de desencantos e incompreensão, daí resultando uma aventura completa, mas não complexa.
É uma «estrada sinuosa» a que percorremos ao ler este belo álbum, mas são estes argumentos que dão mais luta aqueles que mais nos cativam e envolvem, «tarefa» facilitada pelo constante traço atraente de Guarnido, que só por si faria deste um álbum bem apetecível.

Autores: Díaz Canales (argumento) e Juanjo Guarnido (desenho)
Título original: Blacksad 5 – Amarillo
Editora: Arcádia
Tradução: Ricardo M. Pereira
Ano de Edição: 2015

Sinopse: «O 5º episódio da série Blacksad começa em Nova Orleães; Weekly tem de sair da cidade e John prefere ficar para procurar trabalho. Por sorte, cruza-se com um texano rico que lhe propõe que leve o seu Cadillac de regresso a casa.
Está dado o mote para que John se veja envolvido num assassinato, e ainda com um grupo de motoqueiros, com um escritor da geração Beat, com um advogado manhoso e algumas pessoas de circo sinistro.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s