«O Nadador» – Joakim Zander

obj-nadadorMal informado, pensava eu, ao pegar em O Nadador, que me preparava para ler mais um policial nórdico quando afinal, diante dos meus olhos, deparo-me com um romance de espionagem internacional, e dos bons.
O Nadador é uma trepidante aventura que atravessa décadas e terras, desde os anos 80 na Síria, passando pelo Afeganistão e Iraque (anos 1990 e 2000) e pela Suécia, Bruxelas e Paris atuais. A ver pelos cenários referidos já deu para perceber que terá algo que ver com operações militares. É verdade, a ainda com os negócios internacionais obscuros que as acompanham, ou melhor, fomentam.
Este livro tem uma coisa de que gosto, consegue surpreender mais do que já de si é habitual no género, nomeadamente através de mortes abruptas e inesperadas de personagens que tomamos por protagonistas indestrutíveis e fundamentais ao desenrolar do enredo.
De início, é algo difícil «enfiarmo-nos» no livro, dada a diversidade geográfica e de épocas, com saltos no tempo, com que temos de lidar, ainda para mais numa altura na qual ainda não conhecemos bem as personagens. Os capítulos curtos e a escrita simples ajudam-nos a entrar no(s) enredo(s) e depois já nos sentimos como peixe na água, onde a única coisa que não controlamos são as reviravoltas que o autor nos preparou. Mas na verdade também não seria esse o meu objetivo, pois gosto de ser surpreendido neste tipo de obra. E O Nadador tem uma vantagem, pois por vezes consegue fugir ao que é habitual. Quantas vezes, em obras deste género, há uma fórmula base comum a todas e com «treino» acaba-se por perceber quando surge uma surpresa… pelo que deixa de ser surpresa. Ou cai-se no exagero da reviravolta sobre reviravolta, forçando a surpresa, mas aí perde-se em termos de credibilidade.
Em O Nadador, Zander, apesar de estreante na escrita, consegue, mesmo não sendo este um romance extremamente inovador, fugir à vulgaridade, não tanto pelas personagens, algo tipificadas, mas mais pela complexidade do argumento.
Será que depois dos policiais nórdicos poderá surgir uma vaga de thrillers de espionagem nórdicos? Se estiverem à altura deste, por mim tudo bem.

Autor: Joakim Zander
Título Original: Simmaren
Editora: Suma de Letras
Tradução: João Reis
Ano de Edição: 2014
Páginas: 464

Sinopse: «Damasco. Uma noite quente no princípio dos anos 80. Um agente americano entrega a sua bebé a um destino incerto, uma traição que jamais se perdoará e que será o começo de uma fuga de si próprio. Até ao dia em que não pode continuar a esconder-se da verdade e se vê obrigado a tomar uma decisão crucial.
Trinta anos depois, Klara Walldéen, uma jovem sueca que trabalha no Parlamento Europeu, vê-se envolvida numa trama de espionagem internacional na qual está implicado Mahmoud Shammosh, o seu antigo amante e ex-membro das forças especiais do exército sueco.
Klara e Mahmoud transformam-se no alvo de uma caçada através da Europa, um mundo onde as fronteiras entre países são tão ténues como a linha que separa um aliado de um inimigo, a verdade da mentira, o passado do presente.»

3 responses to “«O Nadador» – Joakim Zander

  1. Tem toda a razão! Venham mais livros deste senhor! Adorei este!

  2. Comprei o livro por impulso na Feira do Livro do ano passado, como faço com tantos outros, porque algo na capa me atraiu. Mais uma vez o meu instinto não me atraiçoou. É certo que custa entrar na narrativa, ao início um pouco confusa, mas que aos poucos passa a fazer todo o sentido e nos prende o fôlego atá ao final do livro. É um escritor a seguir certamente.Adorei!

  3. Pingback: «Matéria Escura», de Blake Crouch, e «O Crente», de Joakim Zander, engrossam coleção Sob Suspeita | Porta-Livros

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s