Assim começa… «Amar Numa Língua Estrangeira», de Andrea Jeftanovic

«Um beijo no aeroporto. Não um beijo qualquer. Um beijo na sala de espera. Um segundo beijo no balcão da companhia aérea. Um beijo final na porta de embarque de um voo de ligação. Beijou-me sem entender bem o que dizia nem as perguntas que tentava tecer na sua língua. Beijo eficaz. Beijo de lábios unidos, ternos e mornos. Beijou-me outra vez, sabendo morder o meu lábio superior no preciso lugar onde se une com a válvula do desejo. Não um beijo qualquer, dado num dia qualquer. Não, um beijo na terça-feira 11 de setembro de 2011. Desde esse dia tenho Alex na ponta da língua.»
(Teorema, 2014. Tradução de Maria do Carmo Abreu)Amar Numa Língua Estrangeira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s