Novidades Editoriais de Janeiro (I)

alf-amorA invenção do amor – José Ovejero (Alfaguara)
«A Invenção do Amor passa-se em Madrid, nos dias de hoje, e narra a história de Samuel, que se apaixona por uma mulher que já morreu e que ele nem sequer conhecia. A partir daí, decide-se a reinventar-lhe uma vida, fazendo do leitor cúmplice na capacidade do ser humano para se enganar a si mesmo.
Do seu terraço, Samuel observa a agitação quotidiana de Madrid, repetindo para si próprio que tudo está bem. Sobreviveu aos quarenta, a “idade maldita”, não tem filhos, e as mulheres entram e saem da sua vida sem nunca pronunciarem as palavras “para sempre”.
Uma madrugada, alguém lhe comunica por telefone que Clara, sua ex-namorada, morreu num acidente. De ressaca, Samuel é incapaz de explicar que não conhece nenhuma Clara. Impelido por um misto de curiosidade e enfado, decide ir ao velório. É então que, fascinado pela possibilidade de usurpar a identidade da pessoa com quem o confundem, Samuel ficciona uma história de amor com Clara, que vai partilhando com Carina, a irmã desta. Samuel vê nesse jogo de ilusões a possibilidade de reinventar a sua existência e de, por fim, se sentir vivo. À medida que a memória de Clara vai ganhando verdadeira forma na sua cabeça, vai crescendo também a atracção que sente por Carina – e Samuel começa a perder o controlo do jogo que criou. Irá o amor que inventou ser a sua salvação ou a sua perdição?
Este romance tem todos os elementos de um thriller clássico. Narrado na primeira pessoa, a voz inquisitiva e irónica do protagonista vai desvelando as imposturas do amor e, ao mesmo tempo, a sua absoluta necessidade.
Nesta obra, o autor reflecte sobre a actual situação do país e sobre uma geração de homens e mulheres, agora nos quarenta, cujas vidas pouco ou nada se parecem com aquilo que idealizariam para si mesmos, se lhes fosse possível idealizar.»

pe-fome do Licantropo e outras históriasA Fome do Licantropo e Outras Histórias – Miguel Miranda (Porto Editora)
«A Fome do Licantropo e Outras Histórias é um conjunto de vinte e cinco contos, ordenados alfabeticamente, onde se abordam artes, ofícios e vocações, das mais vulgares às mais estranhas e inopinadas. Este mostruário (ou “monstruário”) não exaustivo viaja por territórios do absurdo e da insanidade da natureza humana, iluminando as zonas de penumbra de vidas aparentemente vulgares. Entre outros, causarão perplexidade os acontecimentos na cidade de Malvados durante a visita do vedor, a verdadeira história da morte do grande mestre de xadrez Alekhine, a fixação por gardénias do jardineiro, a absintaria do recoveiro, a filosofia de vida do soba, as peripécias do yeti, do zombie ou do licantropo.»
24 de janeiro

planoK_barba_ensopadaBarba Ensopada de Sangue – Daniel Galera (Quetzal)
«Um professor de educação física procura refúgio em Garopaba, cidade balnear de Santa Catarina, após a morte do pai. Afasta-se da relação conturbada com os outros membros da família e mergulha num isolamento geográfico e psicológico. Ao mesmo tempo, empreende a busca pela verdade no caso da morte do avô, o misterioso Gaudério, que teria sido assassinado, décadas antes, na mesma Garopaba.
Barba Ensopada de Sangue resgata e leva às últimas consequências temas como a construção da identidade; as dificuldades que enfrentamos para entender e reconhecer os outros; a necessidade inconfessa de uma reparação talvez inviável; a busca da harmonia entre mente e corpo; o consolo que o contacto com a natureza e os animais nos pode proporcionar; e os diversos tipos de violência que podem irromper de uma existência domesticada.»
17 de janeiro

PlanoK_NOVE_HISTORIASNove Histórias – J. D. Salinger (Quetzal)
«Nove Histórias reúne alguns dos contos mais célebres de J. D. Salinger, como Um dia ideal para o peixe-banana e Para Esmé – com amor e sordidez. Publicado originalmente em 1953, o livro foi conquistando o estatuto de clássico das letras norte-americanas e de influência fundamental para as novas gerações de escritores.»
24 de janeiro

ca-Paixão Proibida em Summerset AbbeyPaixão Proibida em Summerset Abbey – T.J. Brown (Clube do Autor)
«Os fãs da série televisiva Downton Abbey têm no novo livro de T. J. Brown mais uma oportunidade de reviver os usos e costumes da época vitoriana e os jogos de poder da aristocracia britânica. A autora inspirou-se na mesma época retratada na famosa série de televisão para contar as histórias de Rowena, Victoria e Prudence, três jovens à procura do seu lugar numa sociedade em mudança. O mundo prepara-se para uma provável guerra e os modelos sociais estão em convulsão.
Neste livro encontramos as três protagonistas em diferentes fases das suas vidas, cada qual com um segredo, cada uma sofrendo por razões distintas à medida que vão perdendo a inocência e decidem lutar pelo seu próprio destino. Além da forte componente histórica, tão elogiada no primeiro romance da autora, destaque também neste livro para a história das três jovens e o reafirmar da sua força e amizade.»

gra-steinerLinguagem e Silêncio – George Steiner (Gradiva)
«
Como considerar o poder e a utilidade da linguagem sabendo-se como foi usada para transmitir as falsidades mais ignominiosas nos regimes totalitários, ou serviu a demagogia repelente nas nossas democracias de consumo de massas? Como irá a linguagem reagir à exigência, cada vez mais premente, de um discurso preciso como a matemática e a notação simbólica? Estaremos a sair de uma era histórica de primazia verbal – a sair do período clássico da expressão escrita – e a entrar numa fase de linguagem decadente, de formas «pós-linguísticas» e talvez mesmo de silêncio parcial? Estas são algumas das questões fulcrais, em cada dia mais gritantes, que Steiner aborda neste livro, na sua prosa elegante e com a sensibilidade, a inteligência, a argúcia, a singularidade que todos lhe reconhecem.
Uma análise extraordinariamente inteligente, brilhante, um desafio à reflexão, sobre as condições estranhas que a escrita moderna criou a si própria […]. Poucos, muito poucos, escritores actuais têm tanto que valha a pena dizer sobre a produção escrita actual como este autor.»

gra-reevesOnde Cresce o Perigo Surge Também a SalvaçãoHubert Reeves (Gradiva)
«Incríveis coincidências atómicas e cósmicas permitiram ao Universo organizar-se, enriquecer-se e dar-nos à luz. Do núcleo de carbono às profundezas do planeta, da radiação fóssil aos misteriosos neutrinos, vários fenómenos estranhos têm contribuído para a complexidade do nosso mundo. Mas a riqueza e beleza do mundo encontram-se hoje ameaçados na Terra pelo ser humano, que se tornou a principal ameaça ao meio ambiente, à biodiversidade e a ele próprio. Como conciliar a bela história do Universo com a história menos bela da Humanidade?
Oferecendo-nos uma e outra em paralelo, Reeves coloca o seu talento de contador de histórias ao serviço da nossa tomada de consciência. Sem esconder a gravidade da actual crise ecológica, ele sublinha os sinais de uma reacção humana que nos permite esperar um futuro melhor.
Este livro coloca em paralelo a história do Universo e a dos seres humanos.
Reeves começa por nos deslumbrar ao contar-nos as improváveis mas fecundas propriedades da ​​matéria, tanto atómica como galáctica, que permitiram que esta se tornasse mais complexa até surgir vida e inteligência na Terra e, talvez, noutros lugares do vasto cosmo. É uma bela história.
Ele adverte-nos a seguir para os perigos que o nosso planeta enfrenta – perigos que são da nossa responsabilidade. Por exemplo, o destino trágico de tantas espécies, algumas extintas, como os mastodontes e os grandes pinguins, outras ameaçadas, como os chimpanzés e as abelhas. Esta é a história menos bela.
Como conciliar, então, o que a ciência nos diz sobre o maravilhoso crescimento da organização à escala cósmica com o sério risco de deterioração que a crise ecológica contemporânea representa para o futuro da vida na Terra? A consciência dessa situação de conflito e a vontade de reagir a que estamos a assistir dar-nos-ão esperança de um futuro mais verde?»

el-judeusJudeus Ilustres de Portugal – Miriam Assor (Esfera dos Livros)
«
Numa extraordinária viagem do século XV ao século XX, as vidas destes 14 homens e mulheres ilustres da nossa História renascem pela mão da jornalista Miriam Assor, que nos conta como de formas variadas, cada um deles contribuiu, enriqueceu, dignificou e honrou o país, marcando terminantemente o universo histórico-nacional e além-fronteiras. Da Medicina à Filosofia, da Ciência ao sector pioneiro empresarial, da Poesia litúrgica a autoridades rabínicas, da Música à Matemática, da Literatura à liderança comunitária. Foram humanistas, homens e mulheres corajosos que optaram por actuar ao serviço do próximo, colocando, muitas vezes, as suas próprias vidas em risco ou num último plano. O célebre médico Amato Lusitano, a empresária destemida Dona Grácia Naci, o famoso naturalista Garcia de Orta, o cientista Pedro Nunes, o pensador Isaac Cardoso, o rabino Isaac Aboab da Fonseca, que, fugido da perseguição que alastrava em Portugal incendiada pelos fogos da Inquisição, encontrou na Holanda a paz para fundar a sinagoga portuguesa em Amesterdão. A extinção formal da Inquisição em 1821 trouxe de volta ao país estes homens e mulheres perseguidos, que dominando várias línguas e em contacto permanente com a Europa e o mundo – quer por razões comerciais quer por razões pessoais – trazem uma lufada de ar fresco ao nosso país. Alfredo Bensaúde, fundador e o primeiro director do Instituto Superior Técnico, em Lisboa. A sua filha, Matilde, pioneira da investigação biológica, única mulher entre os criadores da Sociedade Portuguesa de Biologia. Alain Oulman, o compositor que revolucionou o fado e que teve como principal divulgadora desse seu infindo talento a voz de Amália. O catedrático Moses Amzalak, líder da Comunidade Israelita de Lisboa, que aproveitou a sua proximidade com o ditador Salazar para realizar as operações de socorro aos refugiados do Holocausto. Também os irmãos Samuel Sequerra e Joel Sequerra, a viver em Barcelona, salvaram cerca de mil compatriotas das mãos nazis. Já Abraham Assor chega a Portugal pouco tempo antes de acabar a Segunda Guerra Mundial e seria, por meio século, o rabino da Comunidade Israelita de Lisboa.»

IMG_2879-1-1Nada Tenho de Meu – Diário de Viagem ao Extremo Oriente – Miguel Gonçalves Mendes, Tatiana Salem Levy e João Paulo Cuenca (Jumpcut) (inclui DVD)
«Em Nada Tenho de Meu Miguel Gonçalves Mendes, realizador do filme José e Pilar, juntou-se aos escritores brasileiros Tatiana Salem Levy e João Paulo Cuenca numa viagem ao Extremo Oriente, para uma troca de experiências com artistas e pensadores de Macau, Hong Kong, Vietname, Camboja e Tailândia. Desses encontros nasceu Nada Tenho de Meu, uma série de 11 episódios em forma de pretenso documentário, que explora os limites entre a realidade e a ficção.
Descrita pelos seus autores como “uma mistura entre cadernos de viagens e ficção” inspirada nos relatos de viagem do séc. XIX, a série Nada Tenho de Meu é sobretudo um texto em construção, uma espécie de poema visual. Talvez por isso, tudo o que aparenta ser mentira seja simultaneamente, em Nada Tenho de Meu, a mais pura das verdades.

ber_AlimBebeFelizO livro da alimentação do bebé feliz – Gina Ford (Bertrand)
«A introdução de alimentos sólidos é um dos acontecimentos mais importantes nos primeiros meses de vida do bebé, uma vez que é nessa fase que se estabelece um padrão alimentar saudável, que será importante para o resto da vida. Os conselhos profissionais de Gina, que cuidou pessoalmente de mais de 300 bebés e aconselhou milhares de pais, fazem desta transição uma tarefa descomplicada.
A autora inclui as mais recentes recomendações da Organização Mundial de Saúde e orienta os pais, passo a passo, na criação de rotinas saudáveis, em que se assegura uma ingestão ótima de todos os nutrientes necessários ao bebé em crescimento e até se identificam possíveis intolerâncias alimentares.
Cheio de conselhos, receitas e quadros fáceis de usar, bem como casos reais, O livro da alimentação do bebé feliz inclui informação sobre:
– a melhor altura do dia para introduzir os primeiros alimentos sólidos;
– que alimentos a introduzir e com que idade;
– o equilíbrio entre a quantidade de leite e de sólidos ingeridos;
– a eliminação da alimentação durante a noite com a introdução dos sólidos;
– a importância de introduzir, na altura certa, alimentos que o bebé possa agarrar com a mão;
– planos de alimentação práticos, com receitas, para orientar os pais passo a passo pelas diversas fases;
– planos de refeições rotativas, com receitas, para bebés até 1 ano.»
17 de janeiro

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s