Sugestões para quem gosta de passar o Natal enfiado na cozinha

image010Nunca como agora se falou tanto de chefs, receitas, culinária e candidatos a chefs. Ainda hei de ver um chef atrás de um balcão de um McDonalds. Confesso que já estou um pouco farto de chefs & derivados, mas o problema deve ser meu, tendo em conta o sucesso inegável de programas de televisão e de livros relacionados com culinária. Assim, deixo aqui algumas sugestões de livros que nesta quadra podem ser oferecidos a quem gosta de se entreter na cozinha, e só podia começar por aquele que me parece ser a «estrela» do momento: Gordon Ramsay.

COZINHAR PARA OS AMIGOS KAtravés de um álbum com o sugestivo título Cozinhar para os Amigos (edição Arteplural), Gordon Ramsay, que coleciona estrelas Michelin e invade os lares de todo mundo com os seus programas de televisão, abre-nos desta feita as portas de sua cozinha e revela algo que pode parecer surpreendente, «que a gastronomia inglesa está cheia de tesouros escondidos». Para tal, segue os princípios que defende nos seus programas, ou seja, «usar produtos frescos e sazonais, comprar em mercados locais sempre que possível e, sobretudo, celebrar a gastronomia tradicional e as suas muitas influências». Reunidos tais «condimentos», o chef superstar ensina de um modo claro e simples a preparar clássicos da cozinha inglesa, como sopa de brócolos, queijo stilton e peras à sopa de rabo de boi, salsichas caseiras, peitos de pato com molho de vinho do Porto e cerejas; shepherd’s pie com picles Branston, tarte de peixe com ostras e vieiras, crumble de pêssego, framboesa e gengibre e bolo floresta negra, num total de cem das suas receitas preferidas. Simples e clássicas, como ele promete.

pe-angolaContinuando lá por fora, podemos seguir para Angola, aproveitando a boleia de Conceição Santos, portuguesa que viveu na ex-colónia e que agora resolveu apresentar um pouco do que aprendeu por lá a nível de culinária. Assim, nasceu Sabores de Angola, um livro editado pela Porto Editora e pela Plural Editores, em Angola. As sugestões são muitas, desde camarão com quiabos, passando por ginguba picante, tortulhos, calulu de peixe, muamba de marisco, ou, para quem prefere carnes, alcatra com molho de maracujá e mucunza com carne. Para sobremesa, serve-se delícia de caju ou pudim de batata-doce. O livro apresenta ainda dicas, notas e um sempre útil glossário.

mp-prazerJá de regresso a Portugal, deixem-se guiar por Nuno Queiroz Ribeiro, que sugere Prazer de Comer, Prazer de Viver, livro editado pela Matéria-Prima. Este chef, com carreira internacional (com passagens por Milão e Beirute), defende que a comida pode ser deliciosa, requintada e saudável. Depois da morte do pai, vítima de cancro, Nuno Queiroz Ribeiro tomou consciência do papel fundamental da alimentação na saúde e assim nasceu este livro, que se propôe a apresentar dezenas de pratos saudáveis mas com o requinte de um restaurante de luxo.

Cantinho do Avillez (1)José Avillez, dono de quatro restaurantes, propõe-nos que conheçamos o Cantinho do Avillez (nome precisamente de uma das suas casas), livro editado pela Esfera dos Livros. Abertas as portas do  Cantinho do Avillez é só ver como ele e a sua equipa preparam pratos como estes: peixinhos da horta, Farinheira com crosta de broa e coentros, crumble de morcela e maçã, camarões salteados com erva príncipe e gengibre, Bife à Cantinho, lascas de bacalhau com ovo BT, bolo de chocolate e avelã.

Capa_Sete Dias com Bimby_02Deixando os chefes de lado, passemos à Bimby. A Bertrand propõe 7 dias com a Bimby, com receitas para diferentes ocasiões de modo a tornar os dias mais simples. Assim são apresentadas receitas práticas tanto para refeições rápidas e reconfortantes, como para ocasiões especiais. O livro contém ainda cinco menus e respetivas listas de compras, com propostas para dias de semanas e dias especiais.

CAPA.inddQue Cristina Ferreira tem jeito para a televisão, é inegável. Agora resta saber como se desenrasca na culinária. Para isso, é preciso deitar a mão ao livro lançado pela Objectiva, intitulado Deliciosa Cristina, onde a apresentadora mostra as suas melhores receitas. O livro está organizado segundo sete adjetivos que caracterizam Cristina Ferreira – atrevida, elegante, divertida, sensual, criativa, romântica e gulosa – e sob esse pretexto aprende-se a fazer frigideira de batata com morcela, filete de linguado com amêndoa, tiras de peru crocantes, linguini negro com camarões, franguinho recheado com alheira e cupcakes com doce de leite, entre muitas outras receitas.

Clube do Autor convida leitores para «interrogatório» a Miguel Sousa Tavares

MST-oficialPedroMonteiroO Clube do Autor convida os seus leitores a fazerem uma pergunta ao jornalista/escritor Miguel Sousa Tavares, que se vai encontrar com os seus fãs a 17 de dezembro, às 19h00, na Fnac Chiado, em Lisboa.
Para participar basta enviar até ao dia 15 (para info@clubedoautor.pt ou por mensagem através da página da editora Clube do Autor no facebook) uma pergunta que gostaria de ver respondida pelo escritor. Vão ser selecionadas 10 perguntas e os respetivos autores serão avisados por email no dia 16 de Dezembro.
Recorde-se que o Clube do Autor reeditou Equador, de Miguel Sousa Tavares, para assinalar o décimo aniversário deste romance que já foi editado em trinta países.
(Foto de Pedro Monteiro)

Ângelo Santos apresenta «Por Fora dos Trilhos» a 6 de dezembro em Fafe

pp-trilhosÂngelo Santos apresenta a 6 de dezembro na Biblioteca Municipal de Fafe o seu novo livro, Por Fora dos Trilhos, editado pela Papiro. O livro será apresentado por Emídio Lopes. Do Éden ao Inferno foi o primeiro livro de Ângelo Santos.

Sobre o livro: «Uma obra entusiasmante, com uma estrutura soberba, na qual Ângelo Santos através da poesia nos mergulha nas profundezas daquilo que mais importante existe.
O amor, carinho e coerência com que escreveu esta obra, semeiam em nós esperança e conduz-nos à liberdade absoluta. Ou não fosse a liberdade um direito!»

«A Tabacaria/The Tobacco Shop», de Fernando Pessoa, recuperado pelo Clube do Autor

capa_TabacariaO Clube do Autor editou uma edição bilingue (português e inglês) de Tabacaria, de Fernando Pessoa, enquanto Álvaro de Campos.  O livro, que sem espanto em inglês se chama The Tobacco Shop, foi ilustrado por Pedro Sousa Pereira e traduzido por Richard Zenith, que é também o autor do posfácio.
«O escritor italiano Antonio Tabucchi chamou-lhe “o poema mais importante do século XX”. A grandeza pode ser difícil de quantificar, mas “Tabacaria” é seguramente um dos mais admirados poemas de Fernando Pessoa e da língua portuguesa em geral. Isto é verdade pela sua inquietante universalidade. “Tabacaria” é sobre a nossa derrota individual e desilusão, mas também sobre o triunfo da imaginação e do sentimento humano. Este poema fala por nós todos. Ensina-nos quem somos.» Richard Zenith

«O Hobbit», de J.R.R. Tolkien, com nova capa

Hobbit2013Com a segunda parte do filme aí a chegar, a Europa-América relançou O Hobbit com uma nova capa. Assim, quem quiser comprar (ou voltar a comprar) esta obra de J. R. R. Tolkien que funciona como prelúdio de O Senhor dos Anéis tem agora um bom pretexto para o fazer. Desde que foi editado lançado em 1937, O Hobbit já vendeu milhões de exemplares em todo o mundo.

Sinopse: «Esta é a história da aventura de um Baggins, que deu consigo a fazer e a dizer coisas completamente impensáveis…
Bilbo Baggins é um hobbit que desfruta de uma vida confortável e sem qualquer ambição. Ele raramente se aventura em viagens, não indo mais longe do que até à dispensa de sua casa, no Fundo do Saco. Mas este conforto será perturbado por Gandalf, o feiticeiro, e por um grupo de treze anões, que num belo dia chegam para o levar numa viagem “de ida e volta”. Eles têm um plano para pilhar o espantoso tesouro de Smaug, o Magnífico, um dragão enorme e extremamente perigoso.
Encontros inesperados com elfos, gnomos e aranhas gigantes, um dragão que fala, e ainda a presença involuntária na Batalha dos Cinco Exércitos, são apenas algumas das experiências por que Bilbo passará.»

Agualusa a 8 de dezembro no Porto de Encontro

pe-JEAJosé Eduardo Agualusa conversa tão bem quanto escreve, por isso não há como perder o último Porto de Encontro deste ano, que tem precisamente como convidado o escritor angolano e que ocorre no dia 8 de dezembro, na Biblioteca Almeida Garrett, no Porto.
A conversa, que terá lugar a partir das 17h00, será conduzida pelo jornalista Sérgio Almeida e contará com a participação especial da escritora Patrícia Reis.
José Eduardo Agualusa, que nasceu na cidade do Huambo, em Angola, em 1960, é autor, entre outros, de livros como A Conjura, A Feira dos Assombrados, Estação das Chuvas, Um Estranho em Goa, O Ano Que Zumbi Tomou o Rio, O Vendedor de Passados, Milagrário Pessoal e Teoria Geral do Esquecimento.
Este ano, Agualusa publicou pela Quetzal o romance A Vida no Céu.