«Em Defesa da Maternidade Alfredo da Costa» sai a 6 de dezembro

MAC_finalA 6 de dezembro vai ser lançada pela Bertrand a obra Em Defesa da Maternidade Alfredo da Costa, que conta com a coordenação de Ana Campos e Ricardo Sá Fernandes.O livro, ilustrado com fotografias, divide-se em três partes, aqui descritas pelas palavras dos próprios coordenadores: «Numa primeira parte, a obra reúne os depoimentos de antigos e atuais profissionais da MAC que dão conta da sua história e daquilo que hoje ela é e vale. Numa segunda parte, o livro apresenta as reações institucionais e informais ao projetado encerramento da MAC. Numa terceira parte, a brochura explica a ação popular e divulga as suas peças mais relevantes, particularmente a sentença que veio demonstrar que vale a pena não baixar os braços e continuar a acreditar que ainda “há juízes em Berlim”».
Os direitos de autor da obra revertem integralmente a favor do Banco do Bebé e da Associação Passo a Passo.

Prefácio de António Correia de Campos
«Está prevista para breve – 2015 ou 2016, ou 2017, de acordo com o último cálculo – a instalação do Hospital de Lisboa Oriental, também conhecido por Hospital de Todos os Santos, que absorverá os vários estabelecimentos hospitalares que hoje compõem o Centro Hospitalar de Lisboa Central, entre eles, a Maternidade Dr. Alfredo da Costa (MAC) e o Hospital D. Estefânia.
Porém, durante o ano de 2012, o Ministério da Saúde e a Administração do Centro Hospitalar de Lisboa Central anunciaram o encerramento da MAC e a imediata integração dos seus serviços no Hospital D. Estefânia.
Perante este cenário, reagiram os profissionais da MAC e a sociedade civil também se insurgiu e, através de uma ação popular, interpôs-se uma providência cautelar subscrita por 31 cidadãos.
Este livro cruza a experiência de profissionais da MAC que nunca desistiram de alertar para o perigo do que se anunciava e de cidadãos comuns que foram a voz da sociedade civil na ação popular que travou tal desmando.
A MAC está instalada há mais de oitenta anos num edifício próprio no coração de Lisboa. Construída de raiz, teve a sorte de ser exemplar por força de uma plêiade de obstetras e ginecologistas que nela consagraram um centro excecional de cultura médica ligado à saúde da Mulher e da Criança. A MAC ganhou pergaminhos de excelência, desde a sua fundação até ao momento atual, onde concentra uma respeitada capacidade de tratamento de grávidas de alto risco, inovando em todos os setores da saúde reprodutiva.»

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s