Novidades Editoriais de Novembro (III)

capa_bridgetBridget Jones – Ele dá-me a volta à cabeça! – Helen Fielding (Divina Comédia)
«• O que fazemos quando uma amiga festeja os seus 60 anos no mesmo dia em que o nosso namorado faz 30?
• É melhor morrer intoxicada com botox, ou morrer de solidão por causa das rugas?
• É imoral irmos ao cabeleireiro quando os nossos filhos estão cheios de piolhos?
• O quinto elemento é a tecnologia? Ou é a madeira?
Confrontada com estes dilemas e muitos outros, Bridget Jones enfrenta os desafios da perda, de criar dois filhos, da tecnologia, das “amizades coloridas” e de reinventar a sua sexualidade na – Ui! Vem aí uma palavra horrível! – meia-idade.
Após catorze anos de silêncio, a nossa heroína – mais viva e ativa do que nunca – retoma o seu diário em Bridget Jones: Ele dá-me a volta à cabeça!
Este terceiro livro é um retrato fiel e bem-humorado das situações trágicas e cómicas do nosso dia-a-dia.»
8 de novembro

Manipulador_1O Manipulador – John Grisham (Bertrand)
«O ilustre Raymond Fawcett acaba de se tornar o quinto. Quem é o Manipulador? E o que tem ele que ver com a inoportuna morte do juiz? Por agora, o seu nome é Malcolm Bannister. Profissão? Antigo advogado. Morada atual? O Campo Prisional Federal perto de Frostburg, no Maryland. Em teoria, a situação de Malcolm não é famosa, mas ele tem um truque na manga. Sabe quem matou o juiz Fawcett, e sabe porquê. O corpo do juiz foi encontrado na sua remota casa junto ao lago. A entrada não foi forçada, não há sinais de luta, apenas dois cadáveres: o do juiz Fawcett e o da sua jovem secretária. E um cofre grande, extremamente seguro, aberto e vazio.
O que está no cofre? O FBI adoraria saber. E Malcolm Bannister adoraria contar. Mas tudo tem o seu preço, especialmente informações tão explosivas como a sequência de acontecimentos que conduziram à morte do juiz Fawcett. E o Manipulador não nasceu ontem…
Nada é aquilo que parece e tudo é jogo limpo no novo romance de John Grisham, o mestre incontornável do thriller jurídico.»
8 de novembro

capa_UmDiaDeCadaVezUm Dia de Cada Vez – Danielle Steel (Bertrand)
«A autora mais lida do mundo celebra a família em todas as linhas do seu romance: a história de três casais muito distintos que se debatem e sobrevivem, que amam, riem e aprendem a levar a vida.
Coco nasceu no seio de uma lendária família de Hollywood. A mãe, Florence, é uma escritora extremamente popular; a irmã, Jane, é uma das principais produtoras de Hollywood. Florence, já viúva, mas que continua radiosa, está a começar um romance com um homem vinte e quatro anos mais novo que ela. Mas Coco, que é a ovelha negra da família e desistiu do curso de Direito, ganha a vida a passear cães, depois de ter trocado as luzes da ribalta por uma vila costeira, de ambiente artístico, no norte da Califórnia.
Coco concorda, com relutância, em ficar a tomar conta da casa da irmã durante a sua ausência. É então que conhece um convidado inesperado: Leslie, um ator britânico galante, mas de pés assentes na terra que anda a fugir de uma ex-namorada psicótica. Os seus mundos não podiam ser mais diferentes; a atração não podia ser mais imediata. E, à medida que Coco começa a contemplar um futuro com uma das maiores estrelas de Hollywood e a mãe a irmã vão assentando nas respetivas vidas, as feridas antigas vão sendo curadas e novas famílias, construídas – algumas mais tradicionais, outras nem tanto, mas todas elas unidas pelo amor.
Com espírito e inteligência, Danielle Steel explora o amor nas suas diversas facetas, convidando-nos a mergulhar na vida de três casais pouco comuns, mas maravilhosamente reais. Engraçado, sensual e sábio, Um Dia de Cada Vez é comovente, provocador e impossível de pousar.»
8 de novembro

pe-libraLibra – Don DeLillo (Sextante)
«Neste exercício de ficção em torno do assassínio de John F. Kennedy, DeLillo conta a odisseia de Lee Harvey Oswald, desde a sua adolescência conturbada até se tornar um adulto instável que imagina ser um agente da História. Combinando com mestria facto e ficção, Libra é a investigação grave, assombrosa e brilhante de um acontecimento que se tornou parte indelével da História da América e do mundo.»
1 de novembro

pe-becoO Caso do Beco das Sardinheiras – Mário de Carvalho (Porto Editora)
«O Beco das Sardinheiras é um beco como outro qualquer, encafuado na parte velha de Lisboa. Uns dizem que é de Alfama, outros que é já da Mouraria e sustentam as suas opiniões com sólidos argumentos topográficos, abonados pela doutrina de olisiponenses egrégios. Eu, por mim, não me pronuncio. Tenho ideia de que ali é mais Alfama, mas não ficaria muito escarmentado se me provassem que afinal é Mouraria.
Creio que o nome lhe vem das sardinheiras que exibem um carmesim vistoso durante todo o ano, plantadas num canteiro que rompe logo à esquina, não longe da drogaria que já fica na Rua dos Eléctricos.»
1 de novembro

Navegação de AcasoNavegação de Acaso – Nuno Júdice (Dom Quixote)
«Novo livro de poesia de um dos autores mais singulares da literatura contemporânea, que recentemente foi galardoado com o Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana.»
12 de Novembro

pe-ideiasIdeias grandes para bolsos pequenos (Porto Editora)
«As prendas são muitas e os bolsos parecem-lhe vazios? Quer oferecer algo personalizado sem gastar muito dinheiro? Então, este livro é para si.
Ideias grandes para bolsos pequenos é uma seleção de projetos criativos para todos os gostos e artes, incluindo costura, bordado, aplicações, croché, decoração de bolos, entre outros.
Ofereça algo inspirado e original, feito por si e a pensar em quem recebe.»
8 de novembro

capa_VenderEHumanoVender é Humano – Daniel H. Pink (GestãoPlus)
«Todas as pessoas são vendedoras, passam uma parte considerável do tempo (de trabalho e lazer) a fazer vendas. “Vender” não significa apenas persuadir alguém a fazer uma compra – o verdadeiro alcance do ato de vender é bem mais amplo.
Quer seja um colega a tentar convencer os membros da sua equipa do valor de uma nova ideia; quer sejam empreendedores a tentar atrair investidores; ou um professor a cativar uma turma de alunos para o estudo; ou uma empresa a tentar fidelizar clientes; todos passamos os dias a tentar motivar e persuadir os outros. Sim, todos somos vendedores.
Vender é Humano oferece uma nova perspetiva sobre a arte e a ciência de vender. Com base nas mais recentes descobertas das áreas da Economia, da Psicologia e da Ciência, Daniel Pink apresenta revelações surpreendentes sobre o que nos leva a mudar de ideias, o que nos persuade e o que nos motiva a agir de determinada forma. Um livro perspicaz, claro e de grande utilidade que vai mudar a forma como encara o mundo e transformar aquilo que faz no seu trabalho e na sua vida.»

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s