Novidades Editoriais de Agosto

pe-barao

O Barão – Sveva Casati Modignani (Porto Editora)
«Bruno Brian di Monreale, o Barão, como é conhecido, é o último descendente de uma antiga e nobre família siciliana. Bruno cresce na Califórnia, com um pai severo e distante e uma mãe dividida entre um casamento precipitado, onde não existe amor, e uma paixão deixada na sua Sicília longínqua. Mas são as raízes sicilianas que levam Bruno a regressar à sua ilha natal, ao seu avô, um velho aristocrata, e a Calò, o padrinho sempre presente. Serão estas duas figuras que lhe irão transmitir o saber ancestral das velhas famílias da nobreza e da sua ética e código de justiça. Bruno di Monreale envolve-se nos negócios do petróleo e das grandes multinacionais, tornando-se num homem poderoso e fascinante. Os amores inconsequentes e os casos fortuitos sucedem-se na sua vida glamorosa mas dominada pela insatisfação, até que se cruza com Karin, uma mulher reservada e misteriosa – o desafio por que Bruno ansiava e que lhe irá trazer o equilíbrio há tanto desejado.»
30 de agosto

ca-NBNoites Brancas – Fiódor Dostoiévski (Clube do Autor)
«Numa noite luminosa, numa ponte sobre o rio Neva, um jovem sonhador depara-se com uma mulher em lágrimas. Petersburgo está mergulhada em mais uma das suas noites brancas, um fenómeno que faz as noites parecerem tão claras quanto os dias e que confere à cidade a atmosfera onírica ideal para o encontro entre essas duas almas perdidas.
Ao longo de quatro noites, o tímido jovem e a ingénua rapariga estabelecem laços intensos, mas o desenrolar romântico deste fugaz encontro pode estar ameaçado… Mas será isso realmente o mais importante?
Meu Deus! Um momento de felicidade! Sim! Não será isso o bastante para preencher uma vida?»
29 de agosto

Quinta feira no parqueQuinta-feira no Parque – Hilary Boyd (Clube do Autor)
«Numa quinta-feira, Jeanie conhece Ray no parque e, aos poucos, vão cimentando uma amizade tranquila. Conversam, riem-se, partilham esperanças e segredos, e até desgostos de amor. Oferecem um ao outro uma nova oportunidade na vida e no amor, mas será que vão ter coragem de a agarrar?
Por que razão não posso encontrar-me com um homem no parque, enamorar-me e ter relações sexuais com ele? – pergunta Hilary Boyd. Lá por não ser jovem uma mulher não deixa de gostar de sexo, acrescenta. Neste sentido, Boyd acaba por incitar as mulheres a assumirem a sua liberdade de escolha e a não temerem julgamentos. Porque, afinal, o amor não tem prazo de validade.»
29 de agosto

ca-sonoSono Soninho – José Jorge Letria e Pedro Serapicos (Clube do Autor)
«Sono Soninho é um livro especial para as horas de ternura que aproximam os mais crescidos dos mais pequeninos através da ponte dos afetos que pode durar vidas inteiras. As palavras de José Jorge Letria e as imagens de Pedro Serapicos combinam-se neste livro destinado a todos quantos nele queiram entrar para se sentirem mais próximos daqueles que, entrando no sono soninho, entram também no universo mágico dos sonhos e de tudo o que de fantástico neles cabe.
Como numa canção de embalar, Sono Soninho apresenta rimas simples e melodiosas para adormecer até o mais reguila dos pequenos grandes leitores de José Jorge Letria.»
29 de agosto

pe-aguiaO Dia da Águia – Robert Muchamore (Porto Editora)
«Final do verão, 1940.
Hitler conquistou França. Agora, tenciona atravessar o Canal e derrotar a Grã-Bretanha antes da chegada do inverno.
Um grupo de jovens refugiados comandados pelo espião britânico Charles Henderson enfrenta uma escolha difícil: partir para sul em direção à segurança da Espanha neutral ou seguir para norte numa missão arriscada para sabotar os planos de invasão dos alemães? Para efeitos oficiais, estas crianças não existem.»
30 de agosto

capaCurar em Minutos – Louise Fannon (Matária-Prima Edições)
«Conheça o fenómeno de que todos falam. A autoterapia é um caso de sucesso sem precedentes nos Estados Unidos, com centenas de milhares de adeptos.
Sente dores físicas recorrentes?
Quer emagrecer mas não consegue controlar o apetite?
Vive em ansiedade e stresse?
Vive com medos e fobias que não consegue ultrapassar?
Não gosta da vida que tem mas não sabe como mudá-la?
Comece hoje a ter uma vida melhor. As respostas aos nossos problemas estão dentro de nós.
Esta técnica, inspirada na medicina tradicional chinesa – a acupressão – e na psicologia moderna, actua sobre o sistema energético do nosso corpo. Todos a podem aplicar em si próprios. É simples, fácil de aprender e rápida de executar.»
29 de agosto

qe-wardÊxtase – J.R. Ward (Quinta Essência)
«Redenção não é uma palavra que Jim Heron conheça muito bem. A sua especialidade é a vingança e, para ele, o pecado é relativo. Mas tudo muda quando se torna um anjo caído e é incumbido da tarefa de salvar sete pessoas dos sete pecados mortais… e o fracasso não é permitido.
Mels Carmichael, jornalista do Caldwell Courier Journal, apanha o maior choque da sua vida quando um homem se atravessa à frente do seu carro junto ao cemitério local. Depois do acidente, a amnésia dele é o tipo de mistério que ela gosta de solucionar, mas em breve descobre que o passado é demasiado misterioso… e que está a apaixonar-se pelo estranho. Enquanto as sombras oscilam entre a realidade e o outro mundo, e a memória do seu amante começa a voltar, os dois aprendem que nada está realmente morto e enterrado. Em especial quando se está preso numa guerra entre anjos e demónios. Com a alma em jogo, e o coração de Mels em risco, o que irá ser preciso para salvar ambos?»
27 de agosto

aa-pardasCasas Pardas – Maria Velho da Costa (Assírio & Alvim – reedição)
«
Casas Pardas cartografa Lisboa no final dos anos sessenta, em plena agonia do regime salazarista: crise política e social, rumores das guerras coloniais e dos tumultos estudantis. O Portugal pardacento à espera do terramoto que virá em 1974, enquanto se escreve o caos afetivo em comunidade, por dentro das casas do amor e desamor de Elisa, Mary, Elvira e companhia. Mas Casas Pardas é acima de tudo a casa da língua portuguesa e dos seus vários linguajares, aqui em jubiloso processo de miscigenação com outras falas do mundo, através do grande virtuosismo da escrita de Maria Velho da Costa.»
30 de agosto

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s