«Estrela do Mar», de Joseph O’Connor, foi a minha pérola literária de 2012

dq-estrelaNeste ano que agora termina mais uma vez li bons livros e alguns mais ou menos; uns quantos (raros) deixei-os no «pause» para outra (ou nenhuma) oportunidade próxima.
Aqui apresento a lista dos dez melhores que li em 2012, o que não quer dizer que sejam os que mais prazer me proporcionaram, até porque isso muitas vezes depende do estado de espírito com que os lemos.
Não me foi difícil seleccionar Estrela do Mar, do irlandês Joseph O’Connor, como o melhor, como poderão perceber ao ler aqui o que escrevi em Março sobre este magnífico romance. No top 3 figuram ainda Bar Flaubert, do grego Alexis Stamatis, e A Magia das Estrelas, do galês Tom Bullogh, obras face às quais não tinha expectativas mas que se revelaram belas surpresas. Como se vê, duas «estrelas» nos três primeiros lugares – será que o título tem assim tanta influência? 🙂
Uma nota final para dois ausentes. Para começar, uma obra que só estará ausente por já não me ser possível terminá-la antes do final do ano, dada a sua dimensão. Trata-se de O Corsário dos Sete Mares, de Deana Barroqueiro (Casa das Letras), que, a não ser que tenha uma parte final desastrosa (o que não me parece possível), estaria de certeza bem colocado neste top 10. O mesmo se aplica (a impossibilidade de terminar a leitura em tempo útil, mas não o tamanho) a Dr. No, de Ian Fleming (edição Contraponto), que se está a revelar um belo entretenimento neste ano em que 007 regressou em grande aos cinemas.

Capa_Magia das Estrelas_bxpe-bar1.º Estrela do Mar – Joseph O’Connor (Dom Quixote)
2.º Bar Flaubert – Alexis Stamatis (Porto Editora)
3.º A Magia das Estrelas – A Fabulosa Vida de Konstantin – Tom Bullogh (Matéria-Prima)
4.º Lágrimas na Chuva – Rosa Montero (Porto Editora)
5.º Arde o Musgo Cinzento – Thor Vilhjálmsson (Cavalo de Ferro)
6.º Persépolis – Marjane Satrapi (Contraponto)
7.º Os Filhos de Krondor – O Corsário do Rei – Raymond E. Feist (Saída de Emergência)
8.º Equador – Miguel Sousa Tavares (Oficina do Livro)
9.º Os Monstros Também Amam – Clara Sánchez (Matéria-Prima)  
10.º As Mais Belas Fábulas Africanas – Recolha de Nelson Mandela (Alfaguara)

Nota: O facto de ter lido estas obras este ano não implica que sejam uma edição de 2012, como o exemplifica Estrela do Mar, nomeadamente.

Anúncios

One response to “«Estrela do Mar», de Joseph O’Connor, foi a minha pérola literária de 2012

  1. Do teu Top 10 apenas li dois: Equador e Os Monstros Também Amam, ambos fantásticos. Tenho para ler brevemente o A Magia das Estrelas – A Fabulosa Vida de Konstantin. Estrela do Mar nem sequer conhecia, vou registar para ler mais tarde 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s