«Todas as Cores do Vento» assinala vinte anos de carreira de Miguel Miranda

Miguel Miranda celebra em 2012 duas décadas de carreira literária, data que assinala com a edição do romance Todas as Cores do Vento, lançado pela Porto Editora.
O livro será apresentado a 29 de Março, pelas 21h00, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, com a apresentação de Manuel António Pina e interpretação de obras de Villa-Lobos pelo pianista Joaquim de Carvalho. A apresentação em Lisboa será a 19 de Abril, às 18h30, no restaurante do El Corte Inglés, por Fernando Póvoas e pelo jornalista José Mário Silva, seguindo-se uma tertúlia sobre o diálogo inter-religioso e intercultural, com a participação do Sheik Davi Munir, líder da comunidade islâmica e da mesquita de Lisboa, e de José Ruah, vice-presidente da comunidade israelita de Lisboa.

Sinopse: «No mesmo prédio habitam um poeta, um judeu ortodoxo, um palestiniano, uma testemunha de Jeová e uma mulher agnóstica. E um gato. Cada um vive encerrado na sua masmorra, exceto o gato, que será testemunha das tensões, ódios, paixões e conflitos religiosos que surgirão entre os inquilinos. Num quotidiano tantas vezes mais absurdo do que seria de crer, gera-se o preconceito, as pequenas obsessões agigantam-se, e os personagens tornam-se sobreviventes de uma guerra contemporânea.
Todas as Cores do Vento constrói, com grande delicadeza e precisão, uma trama tensa e forte, revelando a mestria de um escritor que já nos habituou ao seu olhar sobre o mundo: atento, inteligente, perspicaz e crítico.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.