Sagas familiares, emigração e Camilo Castelo Branco nas novidades de Outubro da Babel

A Babel anunciou para 3 de Outubro três lançamentos, divididos entre as chancelas Ulisseia e verbo. Assim, na primeira vão sair os romances Uma Parte do Todo, de Steve Toltz, e Uma Espécie de Sono, de Henry Roth, e na segunda 15 Dias de Febre – Maria do Carmo Castelo Branco, uma obra sobre Camilo Castelo Branco.

Uma Parte do Todo – Steve Toltz
«Uma Parte do Todo é uma aventura inesquecível que vai desde a vertigem do primeiro amor até às amarguras de uma ambição falhada por gerações sucessivas de anti-heróis.
Aclamado pela crítica internacional, foi a primeira vez que uma obra de estreia de um autor não britânico se tornou finalista do Booker Prize. Steve Toltz foi também finalista do Guardian First Fiction e tem a sua obra traduzida em mais de vinte países, tendo alcançado o estatuto de bestseller em todos eles.
Um romance delicioso que acompanha a saga de uma família australiana muito pouco normal: Jasper é o filho idealista que vai crescendo ao longo do livro; Martin é o pai que quer ser o homem mais odiado da Austrália e deixar a sua marca no mundo;  e Terry é o tio, um infame criminoso.
A obra leva-nos a uma viagem pelos sabores do mundo; atravessa as florestas australianas, percorre a boémia Paris, explora as selvas da Tailândia e penetra entre entre labirintos, asilos e albergues de criminosos.»

Uma Espécie de Sono – Henry Roth
«Considerado pela crítica como o grande romance da experiência emigrante, Uma Espécie de Sono é um dos mais importantes romances do modernismo.
David Schearl é uma criança perigosa. Vive com os seus pais num gueto judaico de Nova Iorque, no Lower East side da grande metrópole do começo do século XX, uma zona de miséria e confusão de línguas e culturas onde a miséria e fome a que os emigrantes fugiam no velho continente, aparece por vezes com mais força ainda.
Neste local onde a esperança morre com tudo o mais, nesta babel onde o desentendimento e a incapacidade de comunicar são o pão de cada dia à falta daquele que é feito com farinha; neste buraco onde as culturas se diluem num esforço de integração com algo incompreensível, David vive num mundo repleto de imaginação.
O livro foi escrito em 1934, mas foi redescoberto pela crítica nos anos 60  e foi considerado  uma das obras-primas do século XX.»

15 Dias de Febre – Maria do Carmo Castelo Branco
«Um livro de grande interesse para os Camilianos mas também para todos os que se interessam pelo género biográfico e queiram conhecer mais a fundo a vida de um dos maiores vultos da Literatura portuguesa.
Neste livro pode encontrar  um Camilo Castelo Branco psicanalisado por si próprio de forma única.
A verdade por trás do seu suicídio é explorada ao mesmo tempo  que a verdade por trás da sua obra e da sua vida.
Este Camilo que na sua febre avança e recua no tempo sabendo o que os críticos estudiosos da sua vida e obra disseram sobre si mesmo muitos anos após a sua morte. Um Camilo fora do tempo e senhor de todos os tempos – como muitas vezes fazia enquanto narrador das suas obras. Um personagem inesquecível num percurso invulgar.»

Anúncios

One thought on “Sagas familiares, emigração e Camilo Castelo Branco nas novidades de Outubro da Babel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.