“Inverno” assinala arranque da tetralogia Sangue Vermelho em Campo de Neve, do sueco Mons Kallentoft

As Publicações Dom Quixote lançam a 27 de Setembro Sangue Vermelho em Terra de Neve – Inverno, o primeiro volume de uma tetralogia de policiais assinada pelo sueco Mons Kallentoft e que tem conhecido um grande sucesso no seu país. Nesse mesmo dia é reeditado Identidade, de Milan Kundera e Silêncio, de Shusaku Endo. Antes, a 13 de Setembro, chega O Passado, do argentino Alan Pauls, apresentado como um romance de “amor-horror”.

Sangue Vermelho em Terra de Neve – Inverno – Mons Kallentoft
«No Inverno mais frio de que há memória na Suécia, um homem, nu e obeso, é encontrado pendurado num carvalho solitário no meio das ventosas planícies do condado de Östergötland. O cadáver apresenta sinais evidentes de violência mas, no local, a jovem e inteligente inspectora Malin Fors só pode constatar que a neve cobriu e ocultou para sempre as pistas deixadas pelo assassino.
Primeiro volume de uma tetralogia que está a fascinar os leitores europeus.»

A Identidade – Milan Kundera
Chantal e Jean-Marc vivem juntos em Paris, e amam-se tanto que por vezes parecem confundir-se. Há situações em que, por um instante, nenhum dos dois se reconhece, em que a identidade do outro se dissolve e em que, por tabela, cada um duvida da sua própria identidade.
Como seguindo o fio de um único projecto de largo alcance, que parece iniciar-se com A Imortalidade, Kundera volta a abordar um tema essencial da nossa época, fazendo-o inesperadamente, desta vez, sob a forma de um romance de amor.»

O Passado – Alan Pauls
«À sua maneira depravada e hilariante, O Passado é um tratado moderno de educação sentimental e um relato exemplar sobre as metamorfoses por que passam as paixões quando entram no buraco negro da sua posteridade. Um romance de amor-horror, que põe a nu o outro lado, simultaneamente sórdido e revelador, sinistro e desopilante, dessa comédia a que os seres humanos chamam “casal”.
Sobre o autor, escreveu Ricardo Piglia: “O aparecimento de Alan Pauls é o que de melhor podia ter acontecido à literatura argentina desde a estrela de Manuel Puig.”
O Passado foi adaptado ao cinema num filme de Hector Babenco, com Gael García Bernal a desempenhar a personagem de Rímini.»

Silêncio – Shusaku Endo
«Silêncio é o mais importante romance de Shusaku Endo. É a história de um idealista jesuíta português, padre Sebastião Rodrigues, que em 1640 embarca rumo ao Japão determinado a ajudar os cristãos japoneses, brutalmente oprimidos, e a descobrir a verdade sobre o que aconteceu ao seu antigo mentor, de quem correm rumores de ter rejeitado um glorioso martírio e apostatado.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.