Teresa Lopes Vieira estreia-se com “Os Diários da Mulher Peter Pan”

A Bertrand lança a 2 de Julho Os Diários da Mulher Peter Pan, livro de estreia de Teresa Lopes Vieira, onde, segundo a editora, “descobrimos o relato de uma mulher que vê a sua vida mudada quando menos esperava, numa viagem alucinante pela América do Sul”. Ainda a 2 de Julho sai As Ciências contadas à minha neta, de Henriette e Gérard Walter.

Os Diários da Mulher Peter Pan – Teresa Lopes Vieira
«Diana leva uma vida monótona com a família no centro de Lisboa. Em plena crise da meia-idade, ela é constantemente assolada por dúvidas em relação ao rumo da própria existência, que se agravam quando se vê obrigada a viajar para o Equador em negócios. Desadaptada e infeliz, assombrada por tendências depressivas, faz planos para regressar o mais depressa possível a casa.
Um grave acidente, ao qual sobrevive milagrosamente, salva por uma tribo em plena Amazónia, produz uma revolução na sua maneira de ser, levando-a a ficar. Wendy, uma estranha e misteriosa jovem que se torna na sua companheira de viagem, arrasta-a então por aventuras inesperadas. Equador, Colômbia, e Venezuela: três cenários tão maravilhosos quanto agressivos que a transportam para uma outra vida em que tudo pode acontecer, desde as teias do narcotráfico colombiano, aos meandros da política venezuelana. Esta é a história de uma mulher que nasce pela segunda vez, redescobrindo ingenuamente o mundo que encontrou à sua espera, decifrando-o com olhos de criança.»

As Ciências contadas à minha neta – Henriette e Gérard Walter
«Através de uma estrutura de pergunta-resposta, um avô vai respondendo às dúvidas e questões da sua neta em relação ao modo como o mundo funciona.
De um modo original, rigoroso mas acessível, vão-se explicando e desvendando as grandes descobertas e noções científicas, da Física à Química, Astronomia ou Matemática.»

Um pensamento sobre “Teresa Lopes Vieira estreia-se com “Os Diários da Mulher Peter Pan”

  1. fernanda duarte

    o melhor livro do ano. só não se percebe a atitude da bertrand que parecia ter apostado nesta ousada e jovem autora ao publicar o livro mas agora não lhe faz qualquer publicidade, desinteressando-se pela sua exposição nas livrarias. será que para a bertrand a prioridade é alinhar com a cultura medíocre que destaca os livros cujas capas cor de rosa choquingue se vendem muito bem?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.