Civilização publica em Junho “Os Filhos do Nosso Bairro”, de Naguib Mahfouz

A Civilização Editora edita em Junho o romance Os Filhos do Nosso Bairro, do egípcio Naguib Mahfouz, Nobel da Literatura em 1988. Esta obra foi originalmente publicada em árabe em 1959, sob a forma de folhetins, no jornal Al-Ahram, do Cairo. Segundo a Civilização, Os Filhos do Nosso Bairro “teve a oposição severa das autoridades religiosas e a sua publicação já sob a forma de livro foi proibida no Egipto”.

Sinopse: «Os Filhos do Nosso Bairro é um romance constituído por pequenas histórias sobre as vidas dos descendentes de um egípcio, Gabalawi, e dos seus filhos que vivem no bairro que vai crescendo e rodeando a sua mansão. Cada uma das cinco histórias se centra no surgimento de um “salvador” que vem remir os habitantes do bairro de governantes criminosos perversos, dando origem a uma época de paz e prosperidade. No entanto, após a morte de cada um destes notáveis salvadores, os habitantes do bairro regridem inevitavelmente para uma vida governada pela ganância e pela ânsia de poder que os conduz de novo à criminalidade.
Mahfouz tece uma narrativa encantadora que acompanha várias gerações através dos seus triunfos e sofrimentos, explorando a importância da esperança, da espiritualidade, da justiça e da noção de história de um povo face à opressão.»

5 pensamentos sobre “Civilização publica em Junho “Os Filhos do Nosso Bairro”, de Naguib Mahfouz

  1. armando sousa

    Que comentário fazer a um blog que se lê pela primeira vez … Há que animar as hostes, provocar, obrigar ao debate, não basta “desenhar” uma página.
    Desejo sucesso e muito debate

    1. ruiazeredo

      Caro Armando, agradeço o seu interesse e a sua “provocação” 🙂
      A função deste blog é fazer divulgação de lançamentos, publicar entrevistas e, na parte onde poderá haver mais opinião, fazer apreciação de obras. “Animar as hostes, provocar, obrigar ao debate” são sugestões interessantes, sem dúvida e quem quiser pode deixar aqui os seus comentários, que serão publicados. Mais do que isso seria para um outro tipo de blog, ou site, mas esse é um projecto que não tinha em mente quando criei este Porta-Livros – aliás, no perfil, está bem claro o que pretendi ao lançar o blog . Cada um tem a sua vocação, essa não é a minha, pelo menos neste momento.
      Cumprimentos,
      Rui Azeredo

  2. armando sousa

    Mea Culpa, Rui, entendi mal, o blog, ao lê-lo em “diagonal”, mas já tive oportunidade de me redimir num outro comentário. Mil desculpas e um abraço amigo.
    Armando Sousa

    1. ruiazeredo

      Não peça desculpa 🙂
      entretanto, também já li o outro comentário. Enviei-lhe um email mas veio devolvido. seja como for o essencial era “abraço e apareça e lance polémicas :)”
      Rui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.