“Nova” Sextante mantém aposta em DeLillo e John Cheever

A Sextante, agora integrada no grupo Porto Editora, apresentou o seu plano para os primeiros meses de 2010, sendo de destacar a presença de contos de John Cheever e de romances do norte-americano Don DeLillo e do argentino Guillermo Martínez. De lembrar, por curiosidade, que a Sextante inicialmente se chamava Sudoeste, designação que foi obrigado a mudar pois exista uma colecção com o mesmo nome na… Porto Editora.

Contos completos II – John Cheever
«Estes contos parecem por vezes a história de um mundo há muito desaparecido, quando a cidade de Nova Iorque era ainda inundada pela luz do rio, quando se ouvia Benny Goodman no rádio da papelaria da esquina e quando quase toda a gente usava chapéu.» John Cheever, no prefácio.
«Narrativas fascinantes de ler, sobre uma determinada espécie de pessoas num determinado espaço e tempo – no nosso espaço e tempo – as histórias de John Cheever são, simplesmente, as melhores de todas.» The Washington Post

Submundo – Don DeLillo
«Crónica de vidas ordinárias inseridas na grande História, Submundo cobre o último meio século da história americana. No imenso palco do romance, cruzam-se figuras que marcaram a época – J. Edgar Hoover, Frank Sinatra, entre outras. De Lillo faz surgir uma obra de arte deslumbrante do outro lado, obscuro e escondido, da humanidade contemporânea.»

Acerca de Roderer – Guillermo Martínez
«Acerca de Roderer narra o confronto vital e intelectual entre dois jovens de inteligência privilegiada. O primeiro usa esta inteligência de forma prática para se adaptar ao mundo, o segundo na busca de um conhecimento absoluto que lhe permita compreender o mundo, deslizando perigosamente até aos limites da loucura e do suicídio.
Esta incursão narrativa brilhante nos meandros da rivalidade e da inteligência oferece-nos um romance inquietante, de suspense e ambiguidade.
A estas virtudes pouco comuns, Martínez acrescenta um talento narrativo especial, tanto no emprego da língua (sempre sóbrio e bem trabalhado), como no uso dos silêncios e detalhes descritivos. Acerca de Roderer é um romance excelente em que Martínez soube conjugar com brilho os seus vários interesses intelectuais, artísticos e literários.»

Bute daí, Zé – Filomena Marona Beja
«Lisboa, nas últimas décadas do século. Clama-se pelo direito à opinião. À Liberdade. 25 de Abril: solta-se a Utopia. Todos na rua, a cantar. Fim de Festa. Sobe a violência social. Cruza-se com racismo. Com agressão política. “Vais ficar assim, caído ao fundo de um beco?” “Bute daí, Zé!”»

Cinco de Outubro – Lourenço Pereira Coutinho
«Junho de 1910: D. Manuel II enfrentava nova crise governamental, após a queda do ministério Veiga Beirão. Entretanto, revolucionários e carbonários organizavam reuniões desencontradas, para o derrube da monarquia. Cinco de Outubro acompanha os percursos dos principais protagonistas da época – D. Manuel II, Teixeira de Sousa, Paiva Couceiro, Afonso Costa, Machado Santos –, que se cruzam com personagens ficcionados, numa narrativa de intensidade crescente que culmina nos dias da revolução republicana: 3, 4 e 5 de Outubro.»

João na terra do jaze – José Duarte
«Segundo volume da colecção José Duarte: uma colectânea de textos e artigos do autor, publicados em várias revistas e jornais ou proferidos na rádio, entre 1958 e 1979. Prefácio de José Mário Branco. A Sextante Editora publicou em Junho de 2009 o primeiro volume da colecção, História do Jazz, livro a cores, profusamente ilustrado.

Representação Política em Portugal – O Caso Português em Perspectiva Comparada – André Freire e José Manuel Leite Viegas (coord.)
«O livro estuda, de uma forma pioneira em Portugal, a representação política entendida como a congruência entre as preferências políticas (sobre políticas públicas, ideologia, reforma institucional, integração europeia, deliberação democrática, etc.) dos eleitores e dos 4 deputados. Para tanto, recorre-se sobretudo a dois inquéritos realizados em 2008: um aos deputados, outro aos cidadãos.»

Representação Política em Portugal – Inquéritos e Bases de Dados – André Freire, José Manuel Leite Viegas e Filipa Seiceira (coord.)
«Este livro torna acessível à sociedade portuguesa a matéria-prima (inquéritos e bases de dados) de um significativo manancial de estudos sobre a representação política em Portugal, que assim fica disponível para quem quiser desenvolver pesquisas ulteriores sobre este tema.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.