Cavalo de Ferro regressa com Cortázar, Lars Saabye Christensen e Carmen Laforet

cf-juliocf-laforetcf-larsApós uma demasiado longa ausência a Cavalo de Ferro está finalmente de volta e anunciou para Novembro três lançamentos bastante prometedores, assinados por Julio Cortázar, Lars Saabye Christensen e Carmen Laforet.
Entretanto, para o início de 2010 a Cavalo de Ferro desde já anuncia que vai lançar O obsceno pássaro da noite (José Donoso), Os peixes sabem cantar, (H. Laxness), O gerânio (Flannery O’connor) e O grande retrato (Dino Buzzati), assim já divulgou a estreia em Portugal de grandes nomes da literatura internacional como Flann O’Brian, Mircea Certarescu, Péter Nadas ou Sjón.

A volta ao dia em 80 mundos – Julio Cortázar
Sobre o livro: «Publicado originalmente em 1967 (4 anos depois de Rayuela), este livro é uma Obra de Literatura Total, uma espécie de enciclopédia pessoal do autor, que incluiu nele contos, ensaio, reflexões sobre literatura, poemas, leituras e autores preferidos, analogias e sentido de humor. Um conjunto de “alianças fulminantes”, usando as palavras de Cortázar, com efeitos de improvisação e de digressão ao longo de oitenta mundos, onde Júlio Verne e Jazz combinam harmoniosamente entre si. Fundamental para quem quer seguir o autor de Rayuela – O Jogo do Mundo.

O Modelo – Lars Saabye Christensen
Sobre o livro: «Livro publicado em 15 países, autor vencedor do Nordic Concils’ Literary Prize.
Peter Wihl é um pintor famoso, o melhor da sua geração. Vive com a sua mulher Helena e a sua filha, a pequena Kaia. Enquanto prepara a sua próxima grande exposição, prevista para o dia dos seus 50 anos, cai no chão, vítima de um imprevisível ataque. O diagnóstico é implacável: Peter perderá a sua visão. Qual o preço que Peter estará disposto a pagar para recuperar a sua a sua arte? Qual o sacrifício exigido e quais os limites morais e éticos da solução que lhe propõe o enigmático Thomas Hammer, amigo de infância e oftalmologista?»

A ilha e os demónios – Carmen Laforet
Sobre o livro: «Segundo romance da autora, publicado oito anos após o êxito fulgurante de Nada – prémio Nadal, e que muitos dizem ser a continuação da história de Andrea.
Novembro de 1938, Marta Camino, a protagonista, vive em Las Palmas com o seu irmão mais velho José, a sua cunhada, Pino e a mãe, meio enlouquecida, fechada num dos quartos da casa. A chegada à ilha dos tios, fugidos da península e da guerra civil, transformará a vida de Marta. Dividida por sentimentos profundos de dever e lealdade à sua família e a oportunidade que finalmente espreita para concretizar os seus sonhos, Marta planeia a sua fuga da ilha. Descobrirá, no entanto, que os seus sonhos deverão ser adaptados a uma realidade brutal, plasmada no selvagem cenário da natureza da ilha.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.