Quintino Aires apresenta “Vai Valer a Pena” a 3 de Junho em Lisboa

cad-K_VAI_VALER_A_PENA_pressA editora Caderno apresenta a 3 de Junho (quarta-feira) “Vai Valer a Pena”, o novo livro do psicólogo Joaquim Quintino Aires. A obra será apresentada às 19h00 no Jardim de Inverno do Teatro São Luiz, em Lisboa, por Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira.
Segundo a sinopse da obra, “nove mulheres, em diferentes momentos das suas relações, abriram o coração ao psicólogo Joaquim Quintino Aires.
Nove mulheres, três que sofrem em silêncio, três que decidiram libertar-se de relações dolorosas, três que encontraram a felicidade depois da separação. Joaquim Quintino Aires ouviu-as, com o ouvido treinado do psicólogo clínico; e ao relatar as suas histórias, conta uma história bem maior: a do sofrimento e a da esperança do amor… porque começar de novo, ‘Vai Valer a Pena’.”

Passatempo Gailivro – Ganhe exemplares de “As Tribos do Sul”

gai-tribos3O Porta-Livros tem hoje para oferecer (em parceria com a editora Gailivro) quatro exemplares de “As Tribos do Sul”, obra da escritora portuguesa Madalena Santos.
Os quatro primeiros leitores que desde já respondam acertadamente às seguintes perguntas serão presenteados, cada um, com um exemplar de “As Tribos do Sul”. Para encontrar as respostas certas basta, por exemplo, fazer uma pequena busca neste blog.

 1 – Com quem se cruzam as Terras de Corza?

 2 – Em que época decorre a acção de “As Tribos do Sul”?

 3 – Quais os nomes dos dois anteriores volumes da saga Terras de Corza?

As respostas devem ser enviadas por e-mail para blogportalivros@gmail.com
Juntamente com as respostas, os participantes devem enviar os seus dados, nomeadamente: NOME, MORADA e E-MAIL.
Cada vencedor receberá oportunamente, por correio, enviado directamente pela Gailivro.
A lista de vencedores será publicada neste blog e os mesmos serão avisados por e-mail.

Luís Miguel Rocha apresenta “A Virgem” a 29 de Maio na Almedina do Arrábida Shopping

MB-virgemO escritor português Luís Miguel Rocha apresenta a 29 de Maio (sexta-feira), a partir das 21h30, a sua última obra, “A Virgem”, na livraria Almedina do Arrábida Shopping, em Gaia. A apresentação do romance, editado pela Mill Books, estará a cargo de Mário Anacleto.
Luís Miguel Rocha é o autor dos romances “O Último Papa” e “Bala Santa”.

Alice Munro conquista Man Booker International Prize

bprize-munroA escritora canadiana Alice Munro foi anunciada a 27 de Maio como vencedora da terceira edição do Man Booker International Prize.
O prémio, no valor de 60 mil libras, é atribuído a cada dois anos; nas edições anteriores foi entregue a Ismail Kadaré (2005) e Chinua Achebe (2007).
Munro tem-se destacado pelos seus contos e segundo o site oficial de The Man Booker Prizes revelou estar “completamente surpreendida e muito satisfeita”.

Feira do Livro do Porto abre a 27 de Maio com programa recheado – Luísa Dacosta homenageada

flpA Feira do Livro do Porto “abre portas” a 27 de Maio (quarta-feira), numa edição (a 79ª) que fica marcada pelo regresso à Baixa, mais concretamente à Avenida dos Aliados, onde “nasceu”. Até 14 de Junho será possível aos amantes de livros e de leitura dedicarem-se à procura de novas obras para enriquecerem as suas bibliotecas, desta vez com um novo horário, que pode vir a ser alterado caso o público assim o “entenda”.  Assim, de segunda a quinta-feira a Feira funciona entre as 12h30 e as 20h30, à sexta-feira e véspera de feriados das 12h30 às 23h00, aos sábados das 11h00 às 23h00 e aos domingos das 11h00 às 22h00.
“Viver a Leitura” é o mote desta 79ª Feira, que homenageia Luísa Dacosta, escritora e professora. O ponto alto desta homenagem será a 6 de Junho, com a sessão “Luísa Dacosta em Destaque, em que participarão os professores e ensaístas Paula Morão e José António Gomes, a ilustradora Cristina Valadas e a própria escritora. A sessão encerrará com “Ler e reler Luísa Dacosta”, pelos alunos da Escola EB 2/3 Francisco Torrinha, onde deu aulas.

PROGRAMA

Sáb, 30 Maio, 17h
NO MEIO, O(S) LIVRO(S)
Manuel Jorge Marmelo, valter hugo mãe

Dom, 31 Maio, 17h30
XUTOS: 3 DÉCADAS A ROCK&ROLLAR
com Zé Pedro, Ana Cristina Ferrão, Rui Santos (aka Xaruto)

Qua, 3 Junho, 18h30
PORTUGAL: PASSADO, PRESENTE, FUTURO
D. Manuel Clemente, Guilherme de Oliveira Martins

Sex, 5 Junho, 21h30
QUANDO FERNANDO PESSOA VEIO AO PORTO E COMEU TRIPAS
Mário Cláudio

dacostaSáb, 6 Junho, 17h30
LUÍSA DACOSTA EM DESTAQUE
Paula Morão, José António Gomes, Cristina Valadas, Luísa Dacosta
(“Ler e reler Luísa Dacosta”, pelos alunos da Escola EB 2/3 Francisco Torrinha)

Sáb, 6 Junho, 21h30
AQUELE QUE ESCREVE É TAMBÉM ETERNAMENTE ESCRITO
João Luís Barreto Guimarães, Manuel António Pina (inclui a apresentação do livro de “A Parte pelo Todo”, de João Luís Barreto Guimarães)

Dom, 7 Junho, 16h
A(S) CIDADE(S). NARRATIVA E BIOLOGIA
Richard Zimler, Alexandre Quintanilha

Seg, 8 Junho, 18h30
200 ANOS DE INVASÕES FRANCESAS
Vasco Graça Moura, Luís Valente de Oliveira

Ter, 9 Junho, 21h30
NO MEIO, O(S) LIVRO(S)
A. M. Pires Cabral, Rui Lage

Qua, 10 Junho, 18h30
LITERATURA PORTÁTIL: A NOVA MICRO-FICÇÃO PORTUGUESA
Rui Manuel Amaral, Rui Costa
moderação Henrique Manuel Bento Fialho

Qui, 11 Junho, 17h30
NO MEIO, O(S) LIVRO(S)
Maria Velho da Costa, Armando Silva Carvalho

Sex, 12 Junho, 21h30
NO MEIO, O(S) LIVRO(S)
Gonçalo M. Tavares, Pedro Eiras

Sáb, 13 Junho, 17h30
ROMANCE HISTÓRICO: ENTRE A VERDADE E A FICÇÃO
Maria de Fátima Marinho, Miguel Real, João Aguiar

Sáb, 13 Junho, 21h30
RETRATOS E AUTO-RETRATO DE AGUSTINA
de “O Chapéu das Fitas a Voar” (escritos autobiográficos) a “Longos Dias Têm Cem Anos” (narrativa biográfica)
Mónica Baldaque, Luís Abel Ferreira, Manuel Vieira da Cruz

Dom, 14 Junho, 17h
NO MEIO, O(S) LIVRO(S)
Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia, Carlos Vaz Marques

Para ver agenda completa consultar o site da APEL, o blogue da FLP www.feiradolivrodoporto.pt/blog , ou siga a feira no twitter http://twitter.com/FlivroPorto

Passatempo Gailivro – “As Tribos do Sul”, de Madalena Santos

gai-tribos3O Porta-Livros, em associação com a Gailivro, vai realizar hoje (quarta-feira, 27 de Maio) um passatempo relativo ao lançamento de “As Tribos do Sul”, de Madalena Santos.
Temos para oferecer exemplares desta obra, que serão oferecidos aos quatro primeiros leitores que respondam acertadamente a três questões relativas ao livro.
Esteja atento. Por volta das onze horas de hoje (27 de Maio) será lançado o passatempo.
As Tribos do Sul” é o terceiro volume da saga Terras de Corza, criada pela jovem autora Madalena Santos.
Trata-se de um romance histórico-fantástico cuja acção se desenrola na passagem dos séculos XVIII para o XIX; período fortemente marcado pelo grande salto tecnológico nos transportes e nas máquinas. A autora aborda também o papel das sufragistas, a luta contra o espartilho em que as mulheres de classes privilegiadas estavam envolvidas de uma forma muito subtil.
“As Tribos do Sul” sucede a “A Coroa de Sangue” e a “O Décimo Terceiro Poder”, os outros dois volumes (de um total de quatro) da saga Terras de Corza.

Albatroz lançou “Amar – Um novo caminho para a vida”

alb-amarA Albatroz, chancela da Porto Editora, lançou em Maio “Amar – Um novo caminho para a vida”, livro do norte-americano Gary Chapman, especialista na reflexão sobre o casamento e a vida sentimental.
Ciente de que o amor está directamente relacionado com a realização pessoal de cada ser humano, Gary Chapman fornece-nos as ferramentas para que o possamos viver plenamente. Segundo a Albatroz, “com exemplos reais, pequenas reflexões e exercícios simples, “Amar – Um novo caminho para a vida”, ajudará cada leitor a definir melhor o seu perfil e a agir em conformidade.

Guillaume Musso em Portugal para apresentar “Volto para Te levar”

ber-musso voltoA Bertrand lançou recentemente “Volto para Te Levar”, romance do escritor francês Guillaume Musso, que estará em Portugal a 8 e 9 de Junho para apresentar este seu novo livro.
“Volto para Te Levar” usa o fantástico como metáfora para abordar assuntos difíceis como a morte ou a dor da perda de alguém que se ama. Há três personagens à beira do abismo (Ethan, Céline e Jessie) e Musso volta a confrontar a força do amor com a inevitabilidade da morte. O livro conta a história de três pessoas que se encontram, destroem e amam. Segundo a sinopse, “é um livro sobre a vida e sobre a morte mas sobretudo sobre a capacidade por vezes tão limitada de viver intensamente, amar intensamente.
Volto para Te Levar é o quinto romance de Musso, após “E Depois…”, “Salva-me”, “Porque te Amo” e “Estarás Aí?”

“Are You Ladrating To Me?!?” e Tiananmen nas novidades da Bizâncio

biz-lagobiz-ladratingA Bizâncio lançou em Maio “O Lago Sem Nome”, de Diane Wei Liang, um livro de memórias sobre os acontecimentos da Praça Tiananmen, na China, a 4 de Junho de 1989.
O dia em que os tanques entraram na Praça de Tiananmen foi o dia em que a vida de Diane Wei Liang mudou para sempre. Segundo a sinopse da obra “enquanto estudantes da Universidade de Beijing, ela e o amor da sua vida, Dong Yi, participaram numa manifestação pacífica que desencadeou uma retaliação sangrenta por parte do governo chinês. Os dramáticos acontecimentos de 4 de Junho de 1989 puseram fim aos sonhos de uma vida melhor, de democracia e de liberdade… e de amor. Diane e Dong Yi foram forçados a deixar Beijing e não voltaram a ver-se.”
“O Lago sem Nome” é o testemunho de Diane sobre esse período, funcionando em simultâneo como uma jornada pessoal, uma história de amor e um testemunho político.
A Bizâncio lançou também “Haydn: Vida e Obra”, uma biografia assinada por David Vickers sobre este consagrado compositor. Esta biografia, que surge sustentada em soberbos extractos musicais, “revela Haydn como um homem de grande mestria, eloquência, energia e charme — traços que se reflectem na sua música.”
Sai também em Maio “Um Discurso Escondido – Alfredo da Silva e as Greves na CUF durante a Primeira República 1910-1919”, um livro da autoria de Vanessa de Almeida.
Destaque por fim para “Are You Ladrating to me?”, obra assinada por um tal Rafeiro Perfumado, aliás Jorge Pereira. Segundo o próprio, “a vida, ou a forma como a encaramos, dá-nos duas alternativas: gozar com ela ou ser gozado por ela. Gosto de pensar que os textos do Rafeiro Perfumado são um exemplo da primeira alternativa: encarar a vida como um gigantesco jardim infantil, onde até nas contrariedades podemos encontrar motivos para sorrir, nem que seja de nós mesmos.” Tudo serve de inspiração ao Rafeiro Perfumado que para isso explora os pequenos detalhes do dia-a-dia.

“O Rio Frio”, de Joaquim Almeida Lima, apresentado a 26 de Maio no Corte Inglés de Lisboa

rio1A Gradiva agendou para 26 de Maio (terça-feira) a apresentação do romance “O Rio Frio”, de Joaquim Almeida Lima. A sessão terá lugar às 19h00 no Restaurante (piso 7), do El Corte Inglés, em Lisboa. A apresentação da obra será feita por Alexandre Honrado e segue-se uma sessão de autógrafos.
“O Rio Frio”, de Joaquim Almeida Lima, retrata a vida e os sonhos de uma pequena comunidade rural durante os anos que antecederam e se seguiram ao 25 de Abril. O rio frio da aldeia na Serra de Montemuro é ponto de encontros e desencontros.