“Aterragem em Darkover” – Marion Zimmer Bradley

aterragemA série Darkover, da autoria da conceituada escritora de fantástico Marion Zimmer Bradley, consagrada com “As Brumas de Avalon”, tem como primeiro volume “Aterragem em Darkover”, uma edição da Difel.

Esta série, segundo a autora, falecida em 1999, pode ser lida por qualquer ordem, já que todos os livros são independentes.

Cronologicamente, “Aterragem em Darkover” é o volume inaugural da série, mas foi editado apenas em 1972, dez anos depois de ter surgido “Planet Savers”, primeiro romance com Darkover como cenário.

O livro que inaugura a colecção da Difel conta como se adapta a um novo planeta (Darkover) um grupo de terrestres (entre colonizadores e tripulação)

cuja nave se despenhou naquele astro desconhecido.

Aparentemente semelhante à Terra, aos poucos os terrestres apercebem-se de que aquele mundo de aspecto paradisíaco, apesar de proporcionar condições de vida mais do que suficientes para a raça humana, tinha algo mais para oferecer.

As primeiras expedições revelam alguns dados intrigantes sobre a flora e a fauna de Darkover, já que os grupos expedicionários se apercebem da presença de insólitas formas de vida inteligentes.

Mas o que realmente acaba por transformar a vida dos terrestres é o Vento

Fantasma, formado por correntes psíquicas que levam o homem a alterar substancialmente o seu comportamento levando-o a actos inimagináveis, para o bem e para o mal.

Assim, entre a rica, detalhada e envolvente descrição de Bradley de um novo mundo, assistimos também às reacções humanas mais díspares em relação às adversidades.

A autora faz traços impressionantes (parecem reais) de comportamentos humanos perante situações inimagináveis, transportando-nos numa viagem até

Darkover já que apela aos nossos sentidos e não deixa de fazer trabalhar a nossa imaginação através de pequenas pistas que nos dá.

DARKOVER

Darkover é o nome dado pelos seus habitantes a Cottman IV (i.e., o quarto planeta da estrela conhecida pela astronomia terráquea como Cottman IV). Este planeta foi descoberto no final do século XXI por uma nave perdida quando esta foi forçada a fazer uma aterragem de emergência. Por ter sido impossível consertá-la, e apesar de Cottman IV não ser o planeta que eles pretendiam colonizar, os colonizadores decidiram, sem alternativa, tentar instalar-se neste inóspito mundo. Depois de alguns anos (ou séculos?) os habitantes chamaram o seu mundo de Darkover. O propósito dos romances de Darkover é descrever a história do planeta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.